NBA

Matt Barnes: “estava indo conferir como meus filhos estavam”

Crédito: reprodução

Crédito: reprodução

Matt Barnes, ala do Memphins Grizzlies, disse que ele foi para a casa de sua ex-mulher para buscar os seus filhos gêmeos de seis anos e não para confrontar o treinador do New York Knicks Derek Fisher.

Barnes disse que estava em sua casa em Marina del Rey e, em torno das 10 horas do sábado, recebeu uma mensagem de seu filho Carter.

“Eu pensei, em primeiro lugar, por que você ainda está acordado? São dez da noite”, disse Barnes. “Então eu respondi: ‘eu te amo e sinto a sua falta também’. Então entre em contato pelo FaceTime. Eu falei: ‘ei, como está cara? ’”.

“Agora, Carter é como um indisciplinado. Ele está pulando fora das paredes. E, quando vi seu rosto, ele estava sentado lá, e eu sabia que algo estava errado. Eu estava pensando: ‘o que há de errado Carter?’ e ele balançou a cabeça: ‘Não’. Em seguida, ele colocou a cabeça em baixo do sofá. Colocou um travesseiro na frente da sua cara e disse: ‘o amigo da mamãe Derek está aqui”.

“Isso não era uma chamada pelo telefone. Nós estávamos no FaceTime. Eu podia vê-lo e olhar o seu rosto”.

Barnes disse que conversou com seu outro filho e estava preocupado que seus meninos estavam desconfortáveis com o fato de outro homem estar na casa de sua ex-esposa, Gloria Govan, então ele dirigiu até lá para conferir a situação. Barnes se negou a comentar sobre detalhes da briga por causa de possíveis litígios.

Joe Hoffman do Departamento de Polícia de Redondo Beach disse que policiais responderam a um acidente envolvendo Barnes, Fisher e Govan, mas que nenhuma acusação seria arquivada.

Barnes informou que ele vive a cerca de 15 minutos de distância de sua ex-esposa. A família viajou junta de Santa Barbara para Los Angeles após Barnes concluir o training camp dos Grizzlies. Relatos anteriores indicaram que Barnes foi de Santa Barbara para Los Angeles para enfrentar Fisher e sua ex-esposa.

“Eu não posso acreditar que as pessoas pensam que eu sou um maníaco dirigindo a 95 milhas por hora e escutando Tupac para ir bater em alguém”, falou o jogador. “Não. Eu estava indo conferir como meus filhos estavam, porque eles pareciam desconfortáveis. Essa foi a minha principal razão para ir lá”.

Barnes e Fisher jogaram juntos nos Lakers entre 2010 e 2012.

“Éramos próximos. Nós éramos amigos”, disse o ala. “Algumas coisas aconteceram para mudar isso. É o que é”.

Fisher disse à repórteres que ele tinha falado com o presidente da equipe Phil Jackson sobre o incidente, mas se recusou a fornecer detalhes da conversa. Questionado sobre seu relacionamento com Barnes, o ex-jogador disse que ele fala da situação diretamente.

“Em termos de distração e como os jogadores se sentem com a distração, vamos ver como vai ser para a nossa equipe”, disse Fisher. “É uma pena. Mas é o que é nesse momento”.

Comments
To Top