NBA

Los Angeles Clippers é vendido de forma oficial para Steve Ballmer

(Crédito: Divulgação/Facebook)

(Crédito: Divulgação/Facebook)

Depois de meses de negociação e muitas especulações, a NBA confirmou nesta terça feira, 12, que o Los Angeles Clippers foi oficialmente vendido para Steve Ballmer, ex-CEO da Microsoft, pelo valor de US$ 2 bilhões.

Embora a venda já estivesse confirmada há alguns meses, Donald Sterling, ex-dono e banido da liga por insultos racistas, estava tentando evitar a perda da franquia por meio dos seus advogados, que alegaram que seu cliente não poderia perder o controle do time californiano.

Ballmer, bilionário da tecnologia e que já tinha demonstrado interesse em montar um franquia na cidade de Seatlle, pagou o maior valor por um time na história da NBA, já que a última venda e a mais lucrativa tinha sido do Milwaukee Bucks, ainda no ano de 2014. De acordo com informações, um grupo de empresários pagou cerca de US$ 550 milhões pelo time que fica no estado de Wisconsin.

Entenda o caso

O caso Sterling se tornou um dos maiores escândalos do esporte mundial no ano de 2014 e, talvez, o maior da história dos esportes americanos.

Tudo começou quando o site TMZ, que é reconhecido por cobrir a vida das estrelas de hollywood, publicou no dia 26 de abril um áudio de Donald Sterling criticando a sua mulher por levar negros ao jogos do Los Angeles Clippers e publicar fotos ao lado deles em redes sociais. Magic Johnson, uma das maiores atletas da história da NBA, também foi mencionado pelo dono na gravação como um presença que deveria ser evitada no Staples Center.

Confira abaixo a gravação dos insultos racistas

Após uma intensa crítica de todos os setores da sociedade, inclusive do presidente Barack Obama, a NBA, por meio do comissário Adam Silver, decidiu multar o dono em US$ 2,5 milhões, banimento da liga e ainda afirmou que faria tudo ao seu alcançe para obrigar ele a vender o time o mais rápido possível.

Além de todas essas acusações, Sterling também estaria sofrendo um processo de uma ex-funcionária, supostamente uma amante, por insultos racistas contra o seu marido e seus filhos.

O processo de venda

Após diversos grupos de empresários se mostrarem interessados na compra, inclusive o lutador Flody Mayweather, o ex-CEO da Microsoft, Steve Ballmer, chegou ao um acordo preliminar com Shellby Sterling, mulher de Donald e detentora de 50% da franquia, para a venda da equipe no valor de US$ 2 bilhões.

Embora estivesse banido da liga, o acusado prometeu que lutaria até o fim para manter o time sob os seus domínios. Caso fosse preciso, iria até a corte federal do estado da Califórnia.

Para confirmar a venda, a senhora Sterling, por meio dos seus advogados, entrou com uma ação judicial na promotoria da cidade de Los Angeles.

De acordo com informações da jornalista Ramon Shelburne, ela possuía documentos que relatavam uma “incapacidade mental” de Donald Sterling gerar a franquia e, por isso, a venda deveria ocorrer o mais rápido possível.

Embora o caso estivesse sendo julgado em segredo de justiça, informações davam a entender que a chance de Donald Sterling reverter a decisão era quase nula.

Finalmente, nesta terça feira, 12, a liga recebeu a confirmação dos seus diretores jurídicos que a venda está confirmada e o Steve Ballmer era oficialmente o novo dono do Los Angeles Clippers.

Mesmo com um grave problema nas mãos, Adam Silver demonstrou toda a sua capacidade de liderança e transformou a NBA em um exemplo de combate ao racismo.

 

1 Comment

1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

NFL, NBA MMA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: contact@quintoquartobr.com
Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top