NBA

LeBron James quer permanecer nos Cavaliers: “eu amo Cleveland”

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

Após defender o Cleveland Cavaliers em suas primeiras sete temporadas como profissional da NBA, LeBron James se tornou odiado pelos torcedores do time que o selecionou no draft quando resolveu ir para o Miami Heat antes da temporada 2010-11. Porém, o astro soube como reconquistar o amor da torcida seis anos depois de seu êxodo, com o título da NBA, o primeiro da história dos Cavs.

E LeBron James, que pode optar por sair do último ano de seu contrato e se tornar um agente livre neste meio de ano, não pretende deixar o time.

“Eu amo Cleveland. Eu não tenho nenhuma intenção de ir embora. Existem alguns aspectos técnicos para cuidar, mas vou deixar isso para o meu agente. Isso está saindo da minha boca”, declarou LeBron James, em entrevista dada ao jornalista Dave McMenamin, da ‘ESPN’ norte-americana, durante o desfile dos Cavaliers para comemorar o título.

Atualmente com 31 anos de idade, LeBron James completou sua segunda temporada desde que retornou aos Cavaliers e, sendo um dos grandes responsáveis pela conquista inédita, o ala foi eleito o MVP das Finais, ao apresentar médias de 29,7 pontos, 11,3 rebotes e 8,9 assistências na série contra o Golden State Warriors.

O camisa 23 se tornou apenas o terceiro jogador a conseguiu um triplo-duplo no sétimo jogo das finais da NBA, juntando-se a Jerry West (1969) e James Worthy (1988).

Quando se tornou um free agent depois da temporada 2009-10 e optou pelo Miami Heat, alguns torcedores dos Cavaliers queimaram camisas de LeBron James nas ruas e Dan Gilbert, proprietário da franquia de Ohio, chamou a decisão de LeBron de “traição covarde”. Na Flórida, ele faturou dois títulos da NBA em quatro anos e optou por retornar a Cleveland em 2014.

De volta ao time que o draftou, o King liderou o time até a final na temporada 2014-15, mas a equipe acabou sendo derrotada pelo Golden State Warriors. Neste último domingo, veio o troco, com uma vitória no jogo 7 sobre os Warriors, e o jejum de 52 anos sem títulos das grandes ligas em Cleveland chegou ao fim.

Homecoming King. #OneForTheLand

Um vídeo publicado por Cleveland Cavaliers (@cavs) em

Comments
To Top