NBA

LeBron James desfila em quadra, Cavaliers dominam Raptors e abrem a série com uma vitória fácil

(Crédito: Instagram/reprodução)

Cleveland Cavaliers (51-31) 116 X 105 Toronto Raptors (51-31)—1 a 0 pró Cavs

O cara do jogo: LeBron James. Sem dúvida alguma. O homem joga demais. Foram 41 minutos em quadra, 35 pontos, 10 rebotes, quatro assistências e três tocos. Com um desempenho desse, James se permitiu a “quase” tomar uma cerveja em quadra.

O placar de 116 a 105 acabou ficou pouco diante da diferença entre as duas equipes. Sendo assim, os Cavaliers abrem a série com uma sonora vitória e que colocam um ponto de interrogação na força dos Raptors. Será que Toronto vai chegar a incomodar?

É claro que LeBron James não joga sozinho. Deve ser uma maravilha olhar para companheiros do calibre de Kyrie Irving (24 pontos e 10 assistências), Kevin Love (18 pontos e 9 rebotes) e Tristan Thompson, esse um monstro no garrafão, 11 pontos e 14 rebotes.

Além do ataque, é preciso destacar a dedicação defensiva dos Cavs. Garrafão fechadinho, diversas dobras e coberturas que sufocaram o ataque dos Raptors. O time de Toronto simplesmente não conseguiu partir para as infiltrações, principalmente DeMar DeRozan e Kyle Lowry, que não conseguiram fazer a bola girar. Em certos momentos da partida, parecia que era um jogo de profissionais contra amadores. Até Iman Shumpert aproveitou o embalo.

O técnico Tyronn Lue já tinha antecipado que não ia permitir as infiltrações da dupla de Toronto, que iria pagar para ver alguns arremessos, mas que não facilitaria na marcação. Dito e feito. DeRozan terminou com 19 pontos, Lowry com 20, mas os dois somaram apenas 9 lances livres, o que prova que pouco infiltram e que a defesa dos Cavaliers foi exemplar na marcação.

Não à toa, James forçou muitas bolas, andou (sim, marcaram andada dele em Cleveland) e cometeu faltas bobas no ataque. Mas nada que prejudicasse o time ou tirasse o ritmo. Do outro lado, o abatimento e sensação de impotência ficou clara. É fato que os Raptors precisam e já até declararam que reagem bem após uma derrota acachapante – algo parecido aconteceu contra os Bucks -, mas a franquia canadense não se pode dar ao luxo de ficar correndo atrás de LeBron e companhia.

Dwane Casey vai ter que mexer na equipe. Jonas Valanciunas não deu conta de ser titular e P.J. Tucker (13 pontos) e Normam Powell (12) estão pedindo passagem. DeMarre Carroll foi quase nulo, mas Serge Ibaka, tirando a parte defensiva, mandou bem com seus 15 pontos. Nem bem começou e a série já pode estar acabando para os Raptors.

Comments
To Top