NBA

Lakers demitem Kupchak e Buss e Magic Johnson é o novo Presidente de Operações

(Crédito: Bleacher Report)

Magic Johnson já tinha avisado que não tinha voltado ao dia-a-dia do Los Angeles Lakers apenas para dar pitacos e ser um consultor. Ele queria poder e conseguiu isso, se tornando o Presidente de Operações da franquia californiana. Também foi anunciado que o general manager Mitch Kupchak e o ex-vice presidente de operações, Jim Buss, foram desligados de seus cargos.

Jeanie Buss, proprietária dos Lakers, liberou um comunicado para a imprensa explicando a decisão.

“Hoje eu tomei uma série de ações que acredito que trarão os Lakers para as alturas que o Dr. Jerry Buss (pai de Jeannie e Jim e multicampeão como dono da franquia) demandava e nossos fãs esperam. Imediatamente, Earvin (Magic) Johnson estará a cargo das operações de basquete e vai reportar diretamente a mim. Nossa procura por um general manager para trabalhar com Earvin e o treinador Luke Walton está bem encaminhada e esperamos anunciar o novo general manager em breve” disse Buss.

Jim Buss era o alvo preferido de torcedores e imprensa devido ao seguidos insucessos dos Lakers dentro da quadra. Depois de duas temporadas pífias com Byron Scott de treinador, a franquia está em seu primeiro ano com Walton e a temporada, que começou bem, desandou devido ao elenco jovem e à falta de uma estrela consolidada.

Buss, para ajudar, ainda disse em 2014 que se não conseguisse fazer seu time disputar o título em três anos, sairia do cargo. A promessa foi cumprida. Jeanie tratou de esclarecer que seu irmão continuará na franquia, já que continua sendo o dono, mas agora é Magic que vai comandar as ações na diretoria.

“Desde 1979, sou uma parte da Laker Nation e sou apaixonado por esta organização. Farei de tudo para construir uma cultura vitoriosa dentro e fora de quadra. Temos um excelente treinador em Luke Walton e bons jogadores jovens. Vamos trabalhar incansavelmente para fazer o Los Angeles Lakers ser campeão novamente”, declarou Magic, que já rodou a franquia em todos os cargos possíveis: obviamente jogador, cinco vezes campeão da NBA, treinador por um curto período, consultor, vice-presidente honorário, dono minoritário e agora presidente de operações.

A surpresa do caso foi a saída de Kupchak, que ficou 30 anos na franquia, como jogador, assistente de general manager e finalmente GM desde 2000. Se o time que ganhou três troféus seguidos com Kobe Bryant e Shaquille O’Neal levam a assinatura de outro ex-Laker que virou dirigente, Jerry West, os dois títulos em 2008/09 e 2009/10 foram muito graças ao elenco formado por Kupchak.

Vale destacar que a rivalidade Magic e Bird volta para a NBA, já que o eterno camisa 33 dos Celtics exerce o mesmo cargo no Indiana Pacers.

Comments
To Top