NBA

Kyrie Irving: falatório dos Warriors deu “motivação extra” para o jogo 4

Kyrie Irving, armador do Cleveland Cavaliers

(Crédito: Instagram/reprodução)

O Cleveland Cavaliers se manteve vivo nas Finais da NBA com uma vitória maiúscula por 137 a 116 sobre o Golden State Warriors, na noite da última sexta-feira (9). E, para buscar o resultado positivo na Quicken Loans Arena, os Cavs tiveram que buscar uma motivação adicional (além da simples pressão de evitar uma ‘varrida’).

Kyrie Irving explica de onde veio a vontade a mais dos representantes de Ohio: do falatório do outro lado (mais especificamente da língua sempre afiada de Draymond Green).

“Você adiciona, é claro, algum falatório lá, e isso dá uma motivação extra. E você nos deu um dia no meio e estávamos prontos para ir. Especialmente eu, porque esse gosto não teria sido o mesmo se tivéssemos perdido nesta noite e eles teriam celebrado (o título) em nossa casa. Então, vou deixar por isso mesmo”, declarou Irving, que marcou 40 pontos na última sexta.

O armador dos Cavaliers estava se referindo à entrevista que Green deu na última terça (6), quando falou abertamente sobre a inevitabilidade de os Warriors ganharem seu segundo título em três anos na casa do Cleveland Cavaliers. Isso acabou não ocorrendo (ao menos por enquanto).

“Será muito gratificante fazer isso. Você sabe, nós obviamente já ganhamos aqui antes. É um grande sentimento, ganhar na casa de outra pessoa, comemorar na quadra deles, comemorar no vestiário deles, silenciando a torcida deles. Como um atleta, um dos melhores sentimentos é entrar em território inimigo e apenas silenciar a torcida deles. Então será uma grande sensação”, falou Draymond Green, respondendo à pergunta hipotética de um jornalista. “Mas, no final das contas, não importa onde você ganha, desde que você ganhe. A oportunidade é de vencer aqui, então você tem que aproveitar isso. Tente fechar assim que você puder”, completou o ala-pivô dos Warriors.

Uma vitória na Quicken Loans Arena, na última sexta, não apenas teria dado mais um título ao já brilhante time do Golden State Warriors, mas também teria tornado a franquia a primeira na história da NBA e ter uma campanha em playoffs de 16-0.

Para impedir isso, o Cleveland Cavaliers fez seu melhor jogo na temporada 2016-17 da NBA e estabeleceu recordes das Finais em números de bolas de três (24), maior número de pontos em um quarto (49) e em uma metade de jogo (86).

As palavras de Draymond Green foram um combustível para tudo isso.

“Eu não ouvi isso, mas alguns outros caras ouviram e me disseram que eles queriam comemorar na nossa quadra novamente, e que queriam jogar champanhe em nossos vestiários. E eu acho que veio de Draymond, o que está bem. Esse é Dray, de qualquer maneira”, falou LeBron James, que foi o responsável por um triple-double de 31 pontos, 11 assistências e 10 rebotes no jogo 4, chegando assim ao recorde de nove triplos-duplos em Finais.

É assim que gostamos das Finais. Com muito falatório e jogos pegando fogo dentro de quadra. Viva a NBA!

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top