NBA

Kevin Durant destrona LeBron James e Golden State Warriors é campeão da NBA

(Crédito: Instagram/reprodução)

Golden State Warriors (67-15) 129 x 120 Cleveland Cavaliers (51-31)

O cara do jogo e da série: Kevin Durant, o MVP das finais da NBA. Em seu primeiro ano com os Warriors, Durant foi fundamental, jogou como um campeão. São poucos os jogadores que são majoritariamente marcados por LeBron James e que conseguem romper a barreira dos 30 pontos. Durant fez isso durante toda a série e comandou a vitória de Golden State. Foram 39 pontos, 5 assistências e 7 rebotes. Mas nós já sabíamos que ele era uma máquina de marcar pontos. Agora sabemos que ele marca duro na defesa, que não foge do contato e que também sabe jogar com as palavras.

 

 

O JOGO

Não deve ser muito fácil jogar uma partida que vale tanto. A pressão é constante em cada posse de bola. Melhor para os Warriors que souberam girar e movimentar a bola, além, é claro, de contarem com um imparável Kevin Durant e com uma equipe muito bem montada. Um time verdadeiramente campeão. Como o próprio James disse, os Warriors possuem quatro All-Stars incontestáveis, além de um Andre Iguodala que seria titular em boa parte dos times, inclusive nos Cavaliers.

Stephen Curry, 34 pontos,  não foi tão brilhante nos arremessos de quadra (10-20), mas infiltrou várias vezes, forçou faltas e arremessos livres. Curry não se escondeu nos arremessos longos e partiu a defesa dos Cavs ao meio. Draymond Green (12 rebotes e 10 pontos) jogou por 44 minutos e dominou o garrafão. Klay Thompson não foi bem nos arremessos e terminou só com 11 pontos. Mas Thompson marcou muito Kyrie Irving, limitando o astro dos Cavs a apenas 26 pontos.

Eu sei que a história costuma ser cruel com os perdedores. Mas LeBron James jogou muito, tanto nos minutos (46 minutos em quadra), quanto arremessando, marcando e carregando o time nas costas. King James terminou como o cestinha da partida: 41 pontos. A performance nunca terá o crédito que merece, já que o campeonato foi decidido para o outro lado. Contudo, LeBron James tem pouco a provar e seu apetite por títulos não deve ter diminuído.

No final das contas prevaleceu o time com mais conjunto, mais jogadores que contribuem marcando pontos e dificultando a vida do adversário. Nos minutos finais, onde realmente o jogo foi decidido, os Warriors passaram muito bem e tiveram cestas extremamente fáceis. A defesa dos Cavaliers dormiu, errou trocas básicas e não contestou os arremessos.

 

Se a defesa vacilou, o ataque foi previsível demais. Ou James batia para dentro do garrafão para decidir, ou James batia para o garrafão e fazia o passe para o chute de longa distância, que hoje, ao contrário do jogo 4, não funcionou tanto (11-24).

Mais uma vez, como já era esperado, o banco dos Cavaliers beirou a mediocridade. Os reservas de Cleveland marcaram 7 pontos. Sozinho, Iguodala fez 20 pontos. Desse jeito fica difícil gerar pontos. Até o titular Kevin Love marcou apenas seis pontos. LeBron James teria que ter feito mais de 50 pontos para Cleveland estender a série.

Comments
To Top