NBA

Kendrick Perkins: Durant e Westbrook “nunca valorizaram um ao outro”

Durant Westbrook

(Crédito: Instagram/reprodução)

Pivô do Oklahoma City Thunder que foi até as finais da NBA na temporada 2011/12, Kendrick Perkins sabe muito sobre o vestiário da equipe e a relação entre os ex-companheiros Kevin Durant – hoje no Golden State Warriors – e Russell Westbrook. E segundo ele, os dois nunca souberam valorizar um ao outro, apesar de terem tido relativo sucesso em quadra durante oito temporadas.

“Não digo que eles não se valorizaram no sentido de não gostar um do outro. O que digo é, não acho que eles tenham percebido e dito ‘hey, cara, eu tenho Kevin Durant do meu lado. Nós podemos dominar esta liga’. E acho o mesmo de KD. Ele nunca disse ‘hey tenho Russell Westbrook do meu lado’. Você tinha dois dos cinco melhores jogadores da NBA no mesmo time. Eu acho que eles nunca valorizaram um ao outro e acredite – e te digo isso agora – quando eles pensarem nisso daqui 10 anos, eles vão se arrepender disso”, declarou Perkins, que jogou em OKC de 2011 até 2015.

Veja tambémLance Livre: Durant e a negociação mais anti-NBA da história

De fato Durant e Westbrook nunca foram inimigos no vestiário, apesar de boatos que o jogo agressivo de Westbrook incomodar Durant. Juntos eles formaram uma das potências da Conferência Oeste nos últimos anos, mas além da derrota para o Heat nas finais em 2012, o Thunder sofreu com a falta de banco e lesões de Westbrook (ligamento do joelho) e Durant (fratura no pé).

Com os dois 100%, o time chegou a abrir 3 a 1 na final do Oeste na temporada 2015/16, mas os Warriors, que eram os atuais campeões, conseguiram virar e chegar às finais da NBA. Na offseason, como até uma pessoa que vive em uma caverna sabe, Durant deixou o Thunder justamente para jogar nos Warriors.

Mesmo destacando que Westbrook e Durant não tinham um problema um com o outro, Perkins admite que uma coisa ficava no meio do caminho: os comentários das pessoas que estavam de fora sobre quem era o protagonista do time.

“Era sempre de fora. Sempre teve a controvérsia sobre de quem era o time. ‘Por que não pode ser de vocês dois? Que tal Russ ter 50 (pontos) em uma noite e você tentar 60 na noite seguinte?”, declarou Perkins.

Agora, os dois podem tentar 60 na mesma noite. Mas em times diferentes.

Comments
To Top