NBA

Joel Embiid abre o jogo e declara que pensou em abandonar basquete por lesões

Joel Embiid 76ers

Crédito: Instagram/reprodução

Joel Embiid é o quase garantido calouro do ano por sua temporada 2016/17 magistral no Philadelphia 76ers. Só que o pivô camaronês está em seu terceiro ano de liga, sendo os dois primeiros perdidos por causa de uma lesão no pé. E esse período negro, como o próprio descreveu, quase impediu seu retorno triunfal.

“Esse tempo que perdi, dois anos que perdi, eu estava em uma má posição. Voltar e ter a chance de ser calouro do ano, eu acho que paga todos os sacrifícios que fiz”, declarou Embiid.

“Eu queria deixar o basquete. Só queria voltar para casa e deixar tudo para trás”, disse o jogador, que além de batalhar com a lesão no pé, ainda perdeu seu irmão mais novo em uma acidente de carro.

Embiid foi um grande destaque na Universidade de Kansas, mas ao entrar no Draft de 2014, já existia a informação que ele teria que passar por uma longa recuperação por causa de uma fratura no pé, uma contusão sempre delicada para um jogador de basquete. Mas os Sixers escolheram ele na terceira posição mesmo assim.

Estreando de verdade nesta temporada, o camaronês compensou e mesmo com um limite de minutos (apenas 25,4 por jogo até o momento), ele tem médias espetaculares: 20,2 pontos, 7,8 rebotes e 2,5 tocos por partida.

Fora por causa de uma pancada na região do joelho, Embiid está quase dentro de uma bolha criada pelos 76ers para não ter desgastes desnecessários. Ele ainda deve jogar nesta temporada, assim como Ben Simmons, que também perdeu seus primeiros meses como profissional por uma lesão no pé e deve voltar nas próximas semanas. E assim Philadelphia volta ao mapa da NBA.

Comments
To Top