NBA

Com boatos de J.R. Smith, elenco dos Lakers ficará completo (com loucos)

lebron jr smith elenco dos lakers

Desde o começo da temporada falamos que Los Angeles Lakers e Los Angeles Clippers têm uma diferença fundamental: a profundidade do elenco. Os Clippers conseguiram trazer Kawhi Leonard na free agency e a troca de Paul George fez o time perder uma peça que seria o futuro da franquia (Shai Gilgeous-Alexander), mas não dilacerou o elenco.

Doc Rivers ainda tem o duo Lou Williams e Montrezl Harrell e peças complementares como Landry Shamet, JaMychal Green e os recém-chegados Marcus Morris e Reggie Jackson. Não é a oitava maravilha do mundo, mas dá versatilidade ao treinador.

Os Lakers já estavam com o teto salarial complicado com LeBron James e Anthony Davis, Danny Green recebendo bem, o inexplicável contrato de Kentavious Caldwell-Pope e até o fantasma do acordo do Luol Deng que ainda pesa na folha.

Ou seja, sobrou apenas a possibilidade de trazer veteranos que recebem pouco e querem um título. Só que os Lakers não estão trazendo qualquer veterano. Eles basicamente pegaram a lista de doidos que causaram em anos recentes e protagonistas de momentos “peido mental” e decidiram que um LeBron cura tudo.

Se der certo, Rob Pelinka é um gênio. Se der errado, esta vai ser a primeira razão apontada.

Antes de eu entrar na maravilhosa lista, quero dizer que normalmente, nos playoffs, ter um banco com seis jogadores prontos para entrar e não cagar tudo tem menor importância. As rotações sempre são mais limitadas e apenas oito jogadores no total terão muitos minutos nas fases decisivas.

Mas estes playoffs não vão ser normais: não fique surpreso se tivermos um aumento de lesões pela parada de três meses de temporada e volta na intensidade mil. Rodar os jogadores será necessário e o elenco dos Lakers será testado.

Os loucos pioneiros no elenco dos Lakers

Na temporada 2018/19 nós já tínhamos esses jogadores “polêmicos” no Los Angeles Lakers. Um deles chegou até antes de LeBron.

Rajon Rondo

O armador é alguém legal para começar esta lista. Ele tem uma visão de jogo e inteligência muito acima da média, assim como um geniozinho do cão. Em seus tempos de Boston Celtics, Rondo teve duelos históricos com LeBron James e nunca escondeu que o camisa 23 não era dos seus favoritos.

rajon rondo camiseta lebron

Em Boston ele já era difícil. Quando foi para Dallas e bateu cabeça publicamente com o treinador Rick Carlisle, ficou marcado.

Depois de passar por Sacramento, ele parou em Chicago onde também teve rusgas públicas com Dwyane Wade e Jimmy Butler. Após uma passagem boa por New Orleans, ele foi justamente para o arquirrival do time onde fez história para jogar com LeBron. Esse elenco dos Lakers é demais.

Kentavious Caldwell-Pope

Não temos notícia sobre KCP ser mala. Também, só faltava. Em Detroit, ele não era visto como um jogador ruim, portanto quando ele chegou nos Lakers não houve quebra-quebra. Só que seu contrato de US$ 18 milhões em uma equipe que não iria a lugar nenhum levantou suspeitas.

Com a novela “LeBron será free agent e pode ir para Los Angeles”, tudo começou a fazer sentido: Caldwell-Pope é da mesma agência que LeBron, a Klutch Sports, do parça Rich Paul.

Dito e feito, LeBron desembarcou em Los Angeles e KCP continuou sua saga. Ele recebeu novo contrato, de US$ 12 milhões, um milhão para cada ponto de média e um dólar para cada fã dos Lakers que odeia ele.

E por que não uma terceira temporada? Mais US$ 8 milhões neste ano e uma player option para o próximo. Ele é facilmente o jogador que o torcedor dos Lakers menos gosta. E vai ser titular em Orlando porque Avery Bradley não irá atuar.

O mais genial dessa história toda eu deixo para o fim. Quando KCP foi contratado, Magic Johnson era o presidente da franquia e Rob Pelinka, ex-agente de Kobe, tinha acabado de chegar para ser o GM. E, na apresentação do ala, ele soltou a seguinte declaração:

“Vou começar com uma história, como faço normalmente. Acredito que muitos nesta sala são familiarizados com as histórias do livro de Gênesis. Nele em um momento há a história de quando os israelitas estavam andando no deserto e de repente pão caiu do céu. É assim que nós nos sentimos com a chegada de KCP”.

Obviamente, todo mundo achou que Pelinka estava viciado em crack ou tinha um senso de humor genial. Um ano depois LeBron era Moisés chegando em Los Angeles. Nem precisamos citar as palavras “venda casada”…

JaVale McGee

O pivô era o saco de pancadas favorito de Shaquille O’Neal em seu quadro Shaqtin a Fool, basicamente uma videocassetadas da NBA. Parecia que McGee queria aparecer no quadro com o uniforme de Nuggets e Wizards, mas depois descobrimos que o humor de Shaq não era tão popular com o jogador. Quando ele chegou em Golden State, Kevin Durant ficou do seu lado e atacou Shaquille O’Neal.

Pois bem, McGee ficou mais recatado e do lar nos Warriors, ganhou dois anéis e seguiu em frente, chegando em Los Angeles. Mas sua fama de doido peladeiro o acompanhará para sempre.

Extra: Lance Stephenson

Quando os Lakers trouxeram Lance, eles poderiam ter perfeitamente começado um reality show. Stephenson é mais conhecido por ser um fanfarrão e seu alvo preferido era… LeBron James quando ele estava no Miami Heat.

Marcador chato, pontuador inconstante, patife sempre, Lance infelizmente não ficou para a atual temporada. Mas não podíamos deixar de citá-lo.

Vamos dobrar a aposta

Não contente com toda essa turma ficando, menos Lance Stephenson (ele está na China hoje), os Lakers resolveram dobrar a aposta.

Dwight Howard

A franquia queria um pivô barato e testou vários. Joakim Noah se apresentou. Dwight Howard idem. Quando apareceu o nome de Dwight, pensei que ele não teria a mínima chance: além de ter somado 15 passagens ruins ou apagadas, ele foi um Laker escorraçado pela lenda Kobe Bryant. Mas estes Lakers não pensam de forma normal.

O pior é que Dwight até agora está caladinho e compenetrado, algo que não víamos desde… Orlando? Só que essa sempre é uma bomba prestes a estourar. Dwight já derrubou treinador, foi odiado por dois alas-armadores talentosos (Kobe e Harden) e ninguém quis ficar com ele por seis anos. Tirando isso, ótimo cara.

DeMarcus Cousins

Ninguém nega o talento de Boogie Cousins. Só que seus anos em Sacramento foram terríveis para sua imagem. Ele bateu cabeça com absolutamente todo mundo: treinadores, dirigentes, jogadores rivais, árbitros, comentaristas. Entre os jogadores-problema, Cousins esteve no topo por anos.

Os Warriors tentaram recuperá-lo depois de uma triste lesão que ele teve jogando pelos Pelicans, mas o pivô também sofreu com lesões em Oakland. E, antes de estrear pelos Lakers, seu joelho foi pro espaço. Triste.

Vamos triplicar a aposta

Não contente em ter três jogadores que foram dores de cabeça em diversas ocasiões – Rondo, Howard e Cousins – e dois jogadores adeptos de lances “o que esse cara está fazendo” (Pope e McGee), os Lakers quiseram reforçar ambas as categorias.

Dion Waiters

Waiters foi draftado pelo Cleveland Cavaliers para fazer um backcourt jovem e dinâmico com Kyrie Irving. Nunca funcionou. Quando LeBron voltou para Cleveland, os dois não coexistiram por muito. Até hoje Dion Waiters deve se sentir injustiçado porque se acha tão bom quanto o camisa 23.

Pois bem, os deuses do basquete permitiram essa reunião depois que o ala-armador infernizou a vida do Miami Heat até ser dispensado depois de multas e suspensões. Aviso: Dion Waiters é hiper-confiante em seu jogo. Espere arremessos totalmente estapafúrdios.

J.R. Smith

Chegamos no fim desta lista de loucos no elenco dos Lakers com o último nome que faltava aparecer. Entre todos os jogadores que causaram problemas nos últimos anos ou tiveram um momento “até eu que não sei nada do esporte achei isso ridículo”, faltava nosso mago alado.

J.R. Smith é outro jogador que acha que é um futuro Hall da Fama cada vez que pega na bola. Inclusive quando pega um rebote embaixo da cesta na final da NBA, com o jogo empatado, e corre para a direção errada. Pois bem, Smith não joga desde 2018 e deve aparecer nos Lakers depois que Avery Bradley declarar que não jogará em Orlando. Óbvio que os Lakers estariam interessados e Woj confirmou isso.

Senhoras e senhores, olhem esse elenco dos Lakers.

Comments
To Top