NBA

OKC sofre no último período, e Rockets avançam à semi do Oeste com 4 a 1 na série

(Crédito: Reprodução/Instagram)

Houston Rockets (55-27) 105 x 99 Oklahoma City Thunder (47-35)—4 a 1, Rockets avançam

O cara do jogo: James Harden (34 pontos, 8 rebotes, 7 assistências, 3 roubos e 2 bloqueios)

Russell Westbrook e Oklahoma City Thunder até que tentaram, mas não resistiram ao Houston Rockets de James Harden e companhia. Jogando no Texas, o time do brasileiro Nenê garantiu a classificação para a próxima fase dos playoffs da Conferência Oeste da NBA nesta noite de terça-feira (25), ao vencer o Oklahoma City Thunder por 105 a 99.

Foi mais uma partida marcada pelo duelo dos principais candidatos, Westbrook e Harden, com o barba levando a melhor a anotando 34 pontos. Westbrook fez um grande jogo, ficando a uma assistência de mais um triplo-duplo, mas os Rockets prevaleceram com boa atuação elenco de apoio. Patrick Berverly teve 15 pontos, enquanto Lou Williams (22) e o brasileiro Nenê veiram (14) vieram bem do banco.

James Harden, apesar de ter sido o cestinha dae quipe, fez partida abaixo do seu padrão e errou demais nos tiros de quadra (apenas 32%, com 2/13 da linha de 3 pontos). Mesmo assim, foi fundamental no quarto quarto, chamando o jogo para si e, como sempre, recebendo muitas faltas. Na linha do lance livre, foi quase perfeito: 16/17, quase metade de todos seus pontos.

E foi exatamente o quarto período que sacramentou a eliminação do time de Westbrook. Depois de um primeiro tempo equilibrado e de cortar uma vantagem de 11 pontos no terceiro quarto, o armador de OKC acertou apenas dois arremessos durante o período final e não conseguiu manter o ritmo da equipe em quadra. O cansaço certamente pesou no quarto quarto. O camisa 0 esteve 41 minutos em quadra, anotando 47 pontos, 11 rebotes e 9 assistências.

Com a vaga garantida nas semifinais do Oeste, os Rockets aguardam o vencedor da série entre  San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies, liderada pelos texanos por 3 a 2.

Nenê Rockets Thunder

Crédito: Instagram/reprodução

Oklahoma City Thunder (47-35) 109 x 113 Houston Rockets (55-27) – 3 a 1 pró-Rockets

O cara do jogo: Nenê Hilário (28 pontos e 10 rebotes)

Se o jogo tivesse passado na Globo, o tema da vitória de Ayrton Senna iria tocar. No duelo dos maiores candidatos ao prêmio de MVP, James Harden foi mal, Russell Westbrook conseguiu um triplo-duplo, mas Nenê Hilário foi o destaque da vitória dos Rockets, a terceira no confronto e que permite que os texanos encerrem a série nesta terça em casa.

O pivô brasileiro foi perfeito nos arremessos, com 12 certos em 12 tentados e somou 28 pontos, três deles no momento mais decisivo da partida. Além disso, ele completou um duplo-duplo com 10 rebotes.

Depois de vencer o jogo 3 em casa, o Thunder parecia ter encontrado uma forma mais coletiva de jogar, com Westbrook ainda sendo dominante mas envolvendo melhor seus companheiros. Já no intervalo o armador tinha um triplo-duplo, com 17 pontos, 10 rebotes e 10 assistências, bem acompanhado por Steven Adams e Victor Oladipo. O Thunder liderava por 4 no descanso e chegou a 12 logo na abertura do terceiro quarto.

Mas se James Harden abusava dos erros, seus companheiros vinham ao resgate. O camisa 13 teve apenas 6 pontos em dois arremessos certos de 9 tentados no primeiro tempo. Mas o banco foi salvador: Eric Gordon fez 18 pontos, Lou Williams mas 18 e o brasileiro Nenê foi de outro mundo.

Liderando por 5 com 21 segundos faltando, os Rockets fizeram falta em Steven Adams. O pivô acertou o primeiro, errou o segundo mas pegou o rebote, passando para Russell Westbrook fazer uma bola de três (ele terminou com 35 pontos, 14 rebotes e 14 assistências) e cortar a vantagem para apenas um, causando uma explosão na arena em OKC.

Só que na saída rápida, Nenê recebeu a bola embaixo da cesta, fez a bandeja e ainda sofreu a falta, fazendo o lance livre para deixar o jogo em duas posses de bola. Ele fez cestas mais bonitas espalhadas pelo jogo, mas essa foi clutch e valeu a vitória.

Assim, o Houston Rockets está a apenas uma vitória de conseguir eliminar o Thunder e avançar para as semifinais do Oeste. Com 34 anos, Nenê teve uma performance que nos tempos áureos de Denver Nuggets já seria difícil. E justamente por ter jogares assim no banco é que os texanos devem passar para a segunda fase.

Thunder Gibson Anderson

Crédito: Instagram/reprodução

Oklahoma City Thunder (47-35) 115 x 113 Houston Rockets (55-27) – 2 a 1 pró-Rockets

Jogando de forma mais coletiva, Thunder bate Rockets e diminui vantagem na série

O cara do jogo: Russell Westbrook (32 pontos, 13 rebotes e 11 assistências)

Russell Westbrook não precisou fazer 51 pontos para o Thunder vencer. Com 32, mais 13 rebotes e 11 assistências, ele conseguiu envolver mais seus companheiros e com 20 pontos de Taj Gibson e 55% de aproveitamento nos arremessos de quadra, a equipe de Oklahoma City conseguiu vencer a 1ª partida na série e diminui a vantagem do Houston Rockets para 2 a 1.

O Thunder voltou a ter uma liderança de duplo-dígito, chegando ao fim de três quartos com 10 pontos de vantagem. Mas não por que a defesa estava particularmente ótima, já que James Harden fez 44 pontos, Lou Williams teve 22 vindo do banco e Ryan Anderson somou 18.

Entretanto, os Rockets cometeram muitos turnovers: só no primeiro tempo foram 10, que geraram 16 pontos dos adversários.

Mas no último quarto os texanos melhoraram o desempenho e encostaram no placar. James Harden acertou dois lances livres faltando 8 segundos para deixar a diferença em apenas um. Logo depois, Westbrook sofreu a falta, foi para a linha mas errou um dos arremessos. Ou seja, os Rockets teriam a chance de vencer. Harden teve a bola, mas ao invés de partir para cima, tentar a bandeja ou uma falta, ele arremessou de três. E assim, o Thunder ainda tem esperanças e pode empatar a série neste domingo.

 

Houston Rockets James Harden

Crédito: Instagram/reprodução

Houston Rockets (55-27) 115 x 111 Oklahoma City Thunder (47-35) – 2 a 0 pró-Rockets

Apesar de triplo-duplo com 51 pontos de Westbrook, Rockets vencem e abrem 2 a 0

O cara do jogo: James Harden (35 pontos e 8 assistências)

Russell Westbrook teve um triplo-duplo animalesco, com 51 pontos, 10 rebotes e 13 assistências. O Thunder chegou voando para a partida e chegou a liderar por duplo-dígito. Mas de nada adiantou. James Harden se recompôs, Eric Gordon e Lou Williams vindos do banco foram matadores e os Rockets abriram 2 a 0 na série contra o Thunder.

Para constar, o triplo-duplo de Westbrook foi o maior em pontuação da história dos playoffs.

Porém, com 17 arremessos certos em 43 tentados e apenas 4 certos em 14 tentados no último quarto, o camisa 0 do Thunder disse que não dava a mínima para seus números, já que o time perdeu.

O jogo estava empatado em 104 com menos de um minuto e meio faltando, mas Harden, Eric Gordon (22 pontos) e Patrick Beverley (15 pontos) fizeram seguidas bolas de três para abrir uma confortável vantagem. Lou Williams também foi demais para a marcação do Thunder, conseguindo 21 pontos.

O treinador Billy Donovan sugeriu que seu time, incluindo Westbrook, podem ter cansado no último período após o esforço anterior, que chegou a gerar uma vantagem de 15 pontos. Essa pode ser mesmo uma razão para a queda na marcação e falta de precisão no arremesso, com apenas 7 bolas certas de 3 em 30 tentadas. E o banco, com apenas 24 pontos, pouco a mais que apenas Eric Gordon, sexto homem dos Rockets, também não ajudou tanto.

Agora, a equipe de OKC vai ter que reverter a desvantagem em casa, começando na sexta.

James Harden Rockets

Crédito: Instagram/reprodução

Houston Rockets (55-27) 118 x 87 Oklahoma City Thunder (47-35) – 1 a 0 pró-Rockets

No duelo MVP, Harden faz 37 pontos e Rockets ganham com facilidade do Thunder

O cara do jogo: James Harden (37 pontos, acertando 13 dos 28 arremessos, com 7 rebotes e 9 assistências)

Nem James Harden, nem Russell Westbrook fizeram triplos-duplos no primeiro jogo da série de playoffs entre Houston Rockets e Oklahoma City Thunder. Mas isso pouco interessa para os texanos, porque a vitória veio fácil e o camisa 13 mostrou todo seu poderio ofensivo: sem a bola de três, ele partiu para cima. E os Rockets ajudaram dominando os rebotes.

Veja os confrontos, datas e horários dos playoffs da NBA

Os mandantes não conseguiram fazer o espetáculo de bolas de três que acostumaram o público logo de cara e terminaram acertando apenas 10 de 33 arremessos atrás do arco. O Thunder claramente tinha se preparado para defender essa área.

Mas seguindo a escola Mike D'Antoni, se a bola longa não cai, vai para a bandeja e domina o garrafão.

Patrick Beverley fez 21 pontos, Nenê Hilário contribuiu com 15 em apenas 19 minutos e os Rockets esmagaram nos rebotes, com 56, contra 41 do Thunder. A vantagem, que era de 5 no intervalo, foi para 15 no fim do terceiro quarto e 31 no fim do jogo.

Russell Westbrook não teve uma boa noite, apesar dos 22 pontos, 11 assistências e 7 rebotes. Ele acertou apenas 6 de seus 23 arremessos e cometeu nove turnovers. Na primeira partida, James Harden e Beverley, que marcou Westbrook e ainda se destacou no ataque e nos rebotes (10), levaram a melhor com folga.

Jogo 5: Houston Rockets x Oklahoma City Thunder – 25 de abril (terça)

Jogo 6: Oklahoma City Thunder x Houston Rockets* – 27 de abril (quinta)

Jogo 7: Houston Rockets x Oklahoma City Thunder* – 29 de abril (sábado)

*Caso seja necessário

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top