NBA

Green domina, Warriors batem Cavaliers e abrem 2 a 0 nas finais

Crédito: Instagram/reprodução

Crédito: Instagram/reprodução

Se no primeiro jogo o destaque do Golden State Warriors foi seu banco, no jogo 2, um dos titulares puxou o holofote para ele. E não foi Stephen Curry (18 pontos) e Klay Thompson (17 pontos), que foram bem mas não espetaculares. Draymond Green fez 28 pontos, acertou cinco bolas de três em oito tentadas e ainda colocou sete rebotes e cinco assistências nas estatísticas. E assim os atuais campeões atropelaram o Cleveland Cavaliers, vencendo por 110 a 77 e abrindo 2 a 0 nas finais da NBA.

Mais uma vez os Warriors pareciam não entraram muito fortes no jogo, fazendo um primeiro quarto ruim no ataque. Mas do meio para o fim do segundo quarto os mandantes do jogo deste domingo simplesmente desgarraram e no terceiro quarto continuaram o atropelamento. Os Cavaliers agora precisam mudar muita coisa e já nesta quarta, quando será realizado o jogo 3, na Quicken Loans Arena.

Desde as finais de 2009, uma equipe não começava com 2 a 0 na decisão. Sete anos atrás, o Los Angeles Lakers venceu os dois primeiros jogos contra o Orlando Magic. A série terminou em cinco partidas.

O jogo

O primeiro quarto foi positivo para o Cleveland Cavaliers. Os visitantes sofreram pressão, viram os Warriors ficarem à frente, mas foram firmes na defesa, segurando o ataque de Curry e Thompson a apenas 19 pontos e conseguiram não sucumbir. LeBron James ficou sem pontuar no quarto inicial  pela primeira vez em um jogo das sete finais que disputou, mas deu cinco assistências e acelerou o jogo, como Tyronn Lue pediu após o jogo 1.

Mas obviamente nem seu zero nem o de Klay Thompson na pontuação durariam muito. LeBron em uma bandeja e enterrada fez a diferença aumentar para seis no começo do segundo quarto, mas o camisa 11 dos californianos acertou uma bela bola de três e a partir daí parece que as coisas começaram a clicar para seu time. Draymond Green acertou duas bolas de três, Thompson mais uma, Curry se juntou à festa e a liderança chegou a 15 pontos antes mesmo do intervalo. Assim como no jogo 1, uma série de alguns minutos fez os Warriors dispararem, com 30 pontos contra 11 dos rivais do meio ao fim do segundo quarto.

Uma corrida no fim dos Cavs diminuiu o prejuízo para oito no intervalo. Seria o último bom momento do time no jogo.

Confira os dias e horários dos jogos das finais

No terceiro quarto os Warriors subiram a defesa e permitiram apenas 18 pontos dos Cavaliers, fazendo 30 em troca. Mesmo sem Curry, com problema de faltas, o time decolou e muito por causa de Green. Foram 10 pontos do camisa 23 na volta do intervalo, somando 28 pontos ao fim de apenas três quartos. E a diferença no placar subiu para 20 pontos.

Tudo continuou no último quarto. E Leandrinho continuou se destacando. Depois de 11 pontos e cinco arremessos certos em cinco tentados no jogo 1, o brasileiro acertou seus primeiros cinco arremessos no jogo 2, terminando com 5 de 6 no jogo. Com o jogo decidido, LeBron James – 19 pontos, 8 rebotes, 9 assistências mas 7 turnovers – e os titulares foram para o banco e pouco a pouco os dos Warriors também. Kevin Love terminou com apenas cinco pontos (2 de 7 nos arremessos) e foi retirado do jogo por causa de uma suspeita de concussão. Kyrie Irving, com 10 pontos, foi muito mal, acertando cinco de 14 arremessos.

Com 2 a 0 na série, os Warriors vão para Cleveland tentar roubar algum jogo em Ohio, como nas finais de 2015, quando venceram o jogo 4 e 6 fora de seus domínios. Já os Cavs precisam confirmar seu mando de quadra na Quicken Loans Arena para terem alguma chance de título. Só que muitos ajustes terão quer ser feitos.

Comments
To Top