NBA

Golden State Warriors atropela no ataque e fecha varrida contra o Portland Trail Blazers

Stephen Curry Kevin Durant Warriors

Crédito: Instagram/reprodução

Portland Trail Blazers (41-41) 103 x 128 Golden State Warriors (67-15), 4 a 0 pró-Warriors, série encerrada

O cara do jogo: Stephen Curry (37 pontos)

O ataque do Golden State Warriors foi demais para o Portland Trail Blazers lidar. Só no primeiro quarto a equipe californiana fez 45 pontos em pleno Moda Center e teve uma vitória tranquila contra os Blazers, encerrando a série com 4 a 0 no placar. O próximo adversário é o vitorioso entre Los Angeles Clippers e Utah Jazz, série que está empatada a dois.

O primeiro tempo terminou 72 a 45, já dando claros indícios que a série estava terminada. Stephen Curry terminou com 37 pontos, Kevin Durant, de volta após perder o jogo 2 e 3, teve 10 pontos em 20 minutos e Draymond Green marcou 21 pontos.

Do outro lado, Damian Lillard teve 34 pontos, mas sua ajuda habitual não esteve presente. C.J. McCollum zerou no primeiro tempo, errando todos seus sete arremessos.

E enquanto isso os Warriors foram pontuando e pontuando, abrindo 33 pontos no terceiro quarto. Com Mike Brown no lugar de Steve Kerr, ainda afastado da posição de treinador, as estrelas descansaram antes do jogo terminar e Damian Lillard, ao sair faltando seis minutos de partida, recebeu uma ovação da torcida no Moda Center. Os Blazers fizeram o possível, mas parece que para os Warriors mais é necessário.

Stephen Curry Warriors

Crédito: Instagram/reprodução

Portland Trail Blazers (41-41) 113 x 119 Golden State Warriors (67-15), 3 a 0 pró-Warriors

Apesar de começo lento, Warriors reagem, vencem Blazers e estão a uma vitória da classificação

O cara do jogo: Stephen Curry (34 pontos e oito assistências)

O Portland Trail Blazers teve um primeiro tempo muito bom, com 67 pontos no ataque e uma vantagem de 13. A torcida no Moda Center estava explodindo, Jusuf Nurkic estava de volta, o banco contribuiu na pontuação e Stephen Curry mais Klay Thompson tinham combinado para 8 arremessos certos em 25 tentados.

Mas com os Warriors você nunca pode dormir e a maré muda de repente.

Mesmo sem Kevin Durant – lesão na panturrilha – e o treinador Steve Kerr, cujo problema não foi especificado, o time californiano fez 21 pontos seguidos contra apenas 3 dos Blazers para virar a partida e no último quarto selar a terceira vitória no confronto, ficando a apenas uma da classificação.

JaVale McGee teve 14 pontos vindo do banco, Andre Iguodala 16 e Klay Thompson mais Stephen Curry acordaram para a vida, somando 24 e 34 pontos respectivamente.

No último período, um toco na defesa virou um contra-ataque e uma enterrada de Iguodala no ataque faltando quatro minutos, aumentando a vantagem para 8, a maior dos Warriors na partida.

Mas os Blazers seguiram tentando, com Damian Lillard (31 pontos) e C.J. McCollum (32) como maestros. Noah Vonleh em uma enterrada diminui a vantagem para 4 com um minuto e meio faltando, fazendo parecer que o jogo poderia ter uma emoção no fim.

Porém, Curry não quis saber. E com uma bola de três, encerrou a brincadeira.

Klay Thompson Warriors

Crédito: Instagram/reprodução

Golden State Warriors (67-15) 110 x 81 Portland Trail Blazers (41-41), 2 a 0 pró-Warriors

Com terceiro quarto impecável, Warriors batem Blazers e abrem 2 a 0 na série

O cara do jogo: Stephen Curry (19 pontos, 6 rebotes e 6 assistências)

Não foi a explosão de pontos do primeiro jogo, mas o resultado final foi o mesmo: vitória do Golden State Warriors, que agora abre 2 a 0 na série e muito por causa de um terceiro quarto que Steve Kerr vai mostrar em clínicas de basquete. E isso sem Kevin Durant, que foi poupado por causa de uma lesão na panturrilha esquerda.

Os Blazers estavam apenas nove pontos atrás no intervalo, mesmo com Damian Lillard e C.J. McCollum não estarem machucando tanto quando no jogo 1, quando somaram 75 pontos. O primeiro fez míseros 12 pontos no jogo e o ala-armador, 11. Somados, eles acertaram apenas 9 de seus 34 arremessos.

E no terceiro período as coisas não melhoraram: os Warriors subiram a defesa e permitiram apenas 12 pontos dos rivais. Draymond Green mais uma vez foi voraz, mesmo não sendo tão eficaz no ataque. Ele teve 6 pontos, com 12 rebotes, 10 assistências e três tocos.

E no ataque, Curry abriu logo com uma bola de três e fez mais duas nos 12 minutos, com Klay Thompson (16 pontos) também acertando duas atrás do arco.

Assim, a vantagem que era de 9 passou para 25 e o jogo foi definido e o banco pode somar números: JaVale McGee acertou todos seus 7 arremessos para 15 pontos e Ian Clark teve 13 pontos.

O próximo jogo entre as duas equipes será em Portland, no sábado.

Draymond Green Warriors

Crédito: Instagram/reprodução

Golden State Warriors (67-15) 121 x 109 Portland Trail Blazers (41-41), 1 a 0 pró-Warriors

Draymond Green faz tudo, Warriors dominam último quarto e vencem Blazers

O cara do jogo: Draymond Green (19 pontos, 12 rebotes, 9 assistências, 5 tocos e 3 roubadas de bola)

C.J. McCollum e Damian Lillard combinaram para 75 pontos – 41 para o primeiro e 34 para o segundo – e mesmo assim os Blazers não conseguiram roubar o jogo do Golden State Warriors na Oracle Arena. Com uma performance defensiva sensacional no último quarto e Draymond Green parecendo que jogava por cinco, a equipe californiana venceu a primeira partida da série.

O poderio ofensivo da equipe de Oakland encontrou mais resistência em alguns momentos do que o esperado, já que os Blazers tiveram uma temporada inconsistente do lado defensivo. Mas por mais que você defenda bem, Stephen Curry e Kevin Durant é demais para qualquer time lidar: o armador teve 29 pontos e Kevin Durant, sem parecer fazer esforço, somou 32, aparecendo nos momentos finais da partida para decidir o jogo.

Veja os confrontos, datas e horários dos jogos dos playoffs da NBA

Os Blazers entraram com um quinteto que não tinha iniciado nenhum jogo junto, com McCollum e Lillard acompanhados de Noah Vonleh, Evan Turner e Mo Harkless. Jusuf Nurkic, machucado, só pode ajudar apoiando seus colegas no banco. E a escalação deu certo, com o time mantendo a intensidade, não se desesperando com o sucesso dos ataques dos Dubs nem com a empolgação da torcida. O jogo chegou empatado em 88 ao fim do terceiro quarto, somando 22 mudanças de liderança no placar, 11 só no terceiro período.

Mas com a liderança de Green, os mandantes subiram a defesa, fazendo os Blazers errarem muitos arremessos no começo do período (chegaram a ficar 2 de 12) e o ataque seguiu produzindo, abrindo uma folga de dois dígitos no placar. O toco em Damian Lillard foi a cereja no bolo para o camisa 23.

Klay Thompson nem precisou ser muito preciso para seu time vencer, acertando apenas uma bola de três de seis tentadas e terminando com 15 pontos. Com 33 pontos no último quarto contra 21 dos Blazers, os Warriors ganharam a primeira partida da série de playoffs. O jogo 2 será na quarta.

 

 

Comments
To Top