NBA

Golden State Warriors completa varrida sobre Spurs e chega à terceira final seguida

Golden State Warriors

Crédito: Instagram/reprodução

San Antonio Spurs (61-21) 115 x 129 Golden State Warriors (67-15) – 4 0 a pró-Warriors na série, classificado para as finais da NBA

O Golden State Warriors está na sua terceira final da NBA seguida. Com uma varrida contra o San Antonio Spurs, completada nesta segunda com uma vitória dominante, por 129 a 115, o time californiano chega para a série decisiva com 12 vitórias e nenhuma derrota nos playoffs, algo nunca feito antes.

O Los Angeles Lakers de 2000/01 também chegou para as finais com um desempenho perfeito, mas a série inicial da pós-temporada era uma melhor de cinco. Ou seja, o time estava 11-0 quando perdeu o primeiro jogo contra o Philadelphia 76ers de Allen Iverson.

Agora os Warriors descansam em berço esplêndido até o dia 1 de junho, data do primeiro jogo. O rival ainda é indefinido, já que no leste o Cleveland Cavaliers parecia trilhar o mesmo caminho dos Dubs, mas uma vitória incrível do Boston Celtics no jogo 3, em Cleveland, fez a série ter pelo menos um pouco de graça.

No Oeste, graça nenhuma.

O jogo

Gregg Popovich mais uma vez preferiu não colocar Kawhi Leonard no jogo, ainda por causa da lesão no tornozelo que sofreu na partida 1 das finais do Oeste. Zaza Pachulia, presente no lance da entorse de Leonard e visto por muitos como vilão, também não atuou. Pop, para homenagear o veterano Manu Ginobili, que pode estar se despedindo do basquete profissional, colocou o argentino como titular.

E Manu teve uma boa partida, com 15 pontos e 7 assistências em 32 minutos. Só que ele não foi capaz, assim como seu time, de frear o ataque dos Warriors.

Só no primeiro quarto foram 31 pontos dos visitantes, já deixando a vantagem em 12 ao fim apenas do primeiro período. O time acertou 55,8% de seus arremessos, com Stephen Curry mandando ver de três – 13 tentativas, cinco bolas certas – e Kevin Durant acertando oito de seus nove arremessos de dois pontos (10 de 13 no geral).

Curry terminou com 36 pontos, Durant teve 29 pontos e 12 rebotes e Draymond Green chegou perto de um triplo-duplo, com 16 pontos, oito rebotes e oito assistências.

A vantagem sempre foi confortável, com os Spurs só ficando à frente no placar depois da posse inicial, uma bandeja de Ginobili. Ela chegou a 22 e terminou em 14 na partida final para completar a varrida em uma série que poderia ter sido equilibrada, mas que acabou com a lesão de Leonard ainda no jogo 1. As contusões de Tony Parker e David Lee também de nada ajudaram a equipe texana.

Os Warriors agora devem ter dois demônios para expurgar. O primeiro é chegar como favorito e dono de campanha histórica. Na temporada passada, a equipe californiana bateu o recorde de vitórias na temporada regular, com 73, mas nas finais, após liderar por 3 a 1 a série, levou a virada do Cleveland Cavaliers. E o segundo é a própria franquia do Ohio. Mas isso, claro, se LeBron James e cia baterem os Celtics no Leste.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


To Top