NBA

GM dos Cavaliers diz que pretende manter time campeão intacto

Crédito: Instagram/reprodução

Crédito: Instagram/reprodução

Durante toda a temporada 2015/16, o elenco do Cleveland Cavaliers foi analisado e boatos sobre trocas não faltaram. Mesmo sendo campeão, a permanência de alguns jogadores, como Kevin Love ou J.R. Smith não são 100% garantidas. Mas para o general manager David Griffin, o elenco tem que permanecer como está.

“Eu acho que nosso melhor basquete está por vir porque finalmente crescemos organicamente até o ponto que estamos prontos para alcançar algo juntos. Então eu espero ver Kyrie Irving jogar melhor e acho que ele teve um grande salto como talento individual e como vencedor durante os playoffs. E acho que o papel de Kevin conosco estará muito mais definido”, disse Griffin.

A questão de Love seria justamente essa química com o restante do elenco e seu papel muito reduzido em relação a seus tempos de Minnesota Timberwolves. Porém, na offseason passada ele assinou um contrato de cinco anos. Ou seja, os Cavaliers estão protegidos.

O mesmo não se pode dizer de LeBron James (que tem a opção de recusar o último ano de seu contrato), J.R. Smith, Matthew Dellavedova, Timofey Mozgov, Dahntay Jones e James Jones, todos eles entrando na free agency. O camisa 23 deve ficar, mas mesmo assim vai ter que sentar na mesa de negociações.

“Eu amo estar aqui em Cleveland, não tenho intenção de sair. Só tem algumas tecnicalidades para se resolver e deixarei isso com meu agente”, disse o atual MVP das finais.

Mas ser campeão faz tudo ficar melhor e até Richard Jefferson, que disse que iria se aposentar logo depois do fim das finais, ainda não confirmou se mantém sua decisão ou se tenta o bi.

Comments
To Top