NBA

Fastbreak: Pierce busca paz com Allen, Carmelo segue no papo com Knicks e mais

Carmelo Anthony Knicks

Fastbreak: jogo rápido com notícias importantes do mundo da NBA

– Uma das grandes histórias da NBA dos tiozões recentes foi a ignorada que os campeões do Boston Celtics de 2007/08 deram em Ray Allen em uma reunião para relembrar o título e bons momentos do grupo. Kevin Garnett e Paul Pierce não esconderam que ainda não tinham engolido a saída de Allen para o Miami Heat, arquirrival dos celtas naquele momento e onde o ala-armador ganhou mais um título.

Mas The Truth parece que pensou melhor na história em seus tempos de aposentado. No sábado, ele postou uma foto no seu Instagram com seu ex-companheiro, após um jogo amistoso na China. Na legenda: “é a hora de juntar todo mundo. Não importa o que aconteceu, todos nós formamos um laço importante que não pode ser quebrado”

– Carmelo Anthony não está nos planos do New York Knicks e isso é claro – o presidente do time nem mencionou ele ao fazer uma análise de sua equipe para a próxima temporada. Mas o camisa 7 continua envolvido, conversando com seus ainda companheiros de time, especialmente os que atuam no Eurobasket, como Kristaps Porzingis, Willy Hernangomez e Mindaugas Kuzminskas, para mandar mensagens positivas e de encorajamento.

– Um grupo de investidores de Seattle, que busca construir uma nova arena na cidade para possivelmente atrair uma equipe de basquete de volta, ainda pensa em reformar a KeyArena, antiga casa dos SuperSonics, para usar como lugar de concertos. Vale lembrar que todo o imbróglio do Seattle SuperSonics, que resultou na compra da franquia por Clay Bennett e sua realocação para Oklahoma City se devia à impossibilidade de construir uma arena nova usando dinheiro proveniente de um financiamento público. Com esse grupo, liderado pelo empresário Chris Hansen, esse problema não existiria, já que o financiamento seria privado.

– Depois de atingir sua meta de US$ 1 milhão em doações para sua nativa Ilhas Virgens, Tim Duncan agradeceu o apoio dos doadores, entre eles o San Antonio Spurs. Duncan elevou a meta para US$ 2,1 milhões, fazendo referência ao número 21 que usou durante a carreira e já se comprometeu a visitar as Ilhas Virgens ainda esta semana para coordenar a entrega das doações.

Comments
To Top