NBA

Fastbreak: Luke Walton acusado de abuso, Kokoskov demitido e mais

Fastbreak: jogo rápido com notícias importantes do mundo da NBA

– Luke Walton, recém-contratado treinador do Sacramento Kings, foi acusado de abuso sexual enquanto ainda era assistente técnico do Golden State Warriors. O caso virou um processo civil, com a acusadora alegando que sofreu assédio de Walton ao ir ao seu quarto de hotel para entregar um livro, que conta com a participação do treinador. Além de ter forçado contato naquela ocasião, Walton seguidas vezes teria voltado a ter o mesmo comportamento quando encontrava com a jornalista, que trabalha na imprensa esportiva californiana.

– Após apenas uma temporada, o Phoenix Suns demitiu Igor Kokoskov, o primeiro treinador nascido na Europa a chegar ao cargo de head coach na NBA. A notícia foi dada por James Jones, novo general manager da franquia. A ideia é poder brigar por Monty Williams, um dos candidatos à vaga do Los Angeles Lakers, aberta após a demissão de Luke Walton. O próximo treinador será o sétimo em oito anos, um número absurdo e que prova a completa disfunção na franquia.

– Após a derrota para o Utah Jazz, Clint Capela afirmou que em visita ao médico no domingo foi diagnosticado com dois vírus em seu corpo, ambos que podem causar problemas no trato intestinal. Segundo o pivô, sua recuperação durará quatro dias, mas que ele fará seu melhor para continuar jogando. Capela teve apenas quatro pontos e sete rebotes em 28 minutos de quadra nesta segunda.

– Depois de multar o GM do Brooklyn Nets, Sean Marks, por ter entrado no vestiário dos árbitros para reclamar da atuação deles, a NBA também multou um dono minoritário da franquia. Joseph Tsai disse que a franquia apoiava Marks na sua atitude e por isso será punido em US$ 35 mil.

Comments
To Top