NBA

Fastbreak: jogador dos Rockets pede desculpas por escrever na muralha da China

Bobby Brown giz Muralha China

Fastbreak: jogo rápido com notícias do mundo da NBA

– Jogando duas partidas de pré-temporada na China contra o New Orleans Pelicans, o Houston Rockets teve um tempinho para ir até a Grande Muralha. Só que o armador Bobby Brown não teve ideia melhor que usar um giz para escrever seu nome na muralha e postar uma foto na rede social chinesa Weibo. Com as críticas, ele apagou a foto (mas na internet nada se apaga assim) e pediu desculpas.

Você deve estar se perguntando por que ele postou na rede social chinesa, certo? Simples. Brown jogou na China entre 2013 e 2016. E não descobriu que não se pode fazer isso em um monumento tão importante.

– O juiz do caso que Derrick Rose e dois amigos dele enfrentam por abuso sexual recusou o pedido da defesa de anular o julgamento. O pedido dos advogados de Rose se deveu a uma falha dos advogados da acusadora em ceder uma mensagem de texto que seria primordial para o caso. O caso ainda continua e um júri irá decidir se houve abuso ou não, com a suposta vítima pedindo US$ 21,5 milhões em reparação.

– Paul Pierce concorda que sua aposentadoria deva ser como um jogador dos Celtics. Nesta offseason, com a indefinição sobre se terminava sua carreira ou não, o treinador e dirigente do Los Angeles Clippers, Doc Rivers, disse que cederia Pierce ao time de Boston para ele assinar um contrato de um dia e se aposentar na franquia onde teve seu auge e ganhou seu único título como jogador. E Pierce consente: “eu amaria fazer isso”.

– Aposentado, Mo Williams passou por cirurgia no joelho e deu indireta para o Cleveland Cavaliers seu último time. O ex-armador surpreendeu ao anunciar que jogaria mais uma temporada mas desistindo antes do início do training camp por ter dores crônicas no joelho. Em um post no Instagram, com a foto dele deitado em uma cama de hospital, ele atirou: “não estou 100% há um bom tempo. Ninguém, e eu repito, ninguém deu a mínima para minha saúde além de mim.” Segundo o ex-jogador, os Cavaliers disseram que seu problema não requisitava uma cirurgia, mas na segunda opinião que ele procurou, acabou seguindo outra opinião.

Comments
To Top