NBA

Fastbreak: Boris Diaw volta para a França, uniforme “clássico” dos Hornets e mais

Boris Diaw

Fastbreak: jogo rápido com notícias interessantes do mundo da NBA

– Boris Diaw e seu corpo rechonchudo não farão mais parte da NBA na próxima temporada. O ala-pivô, que era free agent, volta para a França, seu país natal, para jogar no Paris-Levallois. Ele pode voltar para a principal liga de basquete do mundo caso tenha uma proposta, algo garantido no contrato com seu novo time.

– O New York Knicks estava procurando um armador para servir como mentor de Frank Ntilikina, francês de 19 anos que a franquia draftou com a oitava seleção em 2017. Jarrett Jack não é o nome dos sonhos, mas a franquia vai trazer o armador de 33 anos, que já rodou por oito times. Jack lesionou o ligamento do joelho nas duas últimas temporadas.

– Micky Arison, dono do Miami Heat, doou US$ 2,5 milhões para ajudar em donativos e na reconstrução das áreas afetadas pelo furacão Irma, que causou grande destruição no estado da Flórida e 26 mortes. Por meio de sua fundação e sua empresa de cruzeiros, ele ainda promete arrecadar mais dinheiro e sua contribuição total pode chegar a US$ 10 milhões.

– O Charlotte Hornets revelou nesta quinta-feira seu uniforme clássico, usado pela franquia entre 1988 e 1997, seus primeiros anos na NBA. Além do azul, há listras em azul mais escuro e verde, o Charlotte estampado no peito e sua gola V listrada. O time usará esse uniforme em três jogos – Cleveland Cavaliers (15/11), Milwaukee Bucks (23/12) e Oklahoma City Thunder (13/01) – e também terá o detalhe único da marca Air Jordan, da Nike.

Veja aqui todos os novos uniformes das franquias da NBA, inclusive o uniforme especial dos Hornets

Comments
To Top