NBA

Em casa, Miami Heat erra muito e perde para Atlanta Hawks

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

O Miami Heat entrou em quadra na noite desta quarta-feira (3), em sua casa, na AmericanAirlines Arena, para enfrentar o Atlanta Hawks e buscar a reabilitação após a derrota para o Washington Wizards, na última segunda (1). Entretanto, a equipe da Flórida errou muito na partida e acabou sendo derrotada pelo rival da Geórgia pelo placar de 112 a 102.

Com o resultado, o Atlanta Hawks fica com campanha de 11 vitórias e seis derrotas na temporada, enquanto que o Miami Heat tem nove vitórias e nove derrotas. É a quarta vitória seguida dos Hawks e a sexta nos últimos sete jogos. Já o Heat perdeu seis dos últimos oito jogos em casa.

Os destaques dos Hawks na partida foram Jeff Teague, responsável por 27 pontos, cinco rebotes, seis assistências, e três roubos de bola, e Kyle Korver, que acertou três cestas de três em sete tentativas, fechando com 18 pontos, seis rebotes, duas assistências e dois roubos de bola. Também do lado da equipe visitante, Dennis Schroder adicionou 16 pontos e deu três assistências, e Paul Millsap contribuiu com 14 pontos, seis rebotes e cinco assistências.

Do lado do Miami Heat veio o cestinha do jogo: Dwyane Wade, responsável por 28 pontos, três rebotes e sete assistências. Já Chris Bosh saiu de quadra com double-double de 27 pontos e 11 rebotes, enquanto que Mario Chalmers também teve um duplo-duplo: 19 pontos e 11 assistências, além de cinco rebotes.

As duas equipes voltam a entrar em quadra na sexta-feira (5). Às 22h30 (de Brasília), o Atlanta Hawks visita o Brooklyn Nets, no Barclays Center, enquanto que, às 23h30, o Miami Heat joga fora de casa contra o Milwaukee Bucks, no BMO Harris Bradley Center.

O jogo – Atuando em casa, o Miami Heat marcou os primeiros quatro pontos da partida, mas o Atlanta Hawks foi equilibrando as ações no primeiro quarto e, com precisas bolas de três pontos, a equipe terminou a etapa inicial com nove pontos de folga no marcador (27 a 18). O jogo coletivo dos visitantes foi bastante eficiente.

No início do segundo quarto, Chris Bosh chamou a responsabilidade do lado do Miami Heat e chegou a diminuir a desvantagem da equipe no placar para apenas quatro pontos (31 a 27). Pouco depois, entretanto, Dennis Schroder fez mais dois pontos e Thabo Sefolosha adicionou mais três e o time de Atlanta voltou a abrir nove de frente (36 a 27).

O que se viu dos 8min59s para o final até menos de cinco minutos para o término da segunda etapa foi uma sequência de 14 a 2 a favor dos Hawks. Assim, o time da Geórgia abriu 14 pontos de folga (45 a 31). O Miami Heat conseguiu equilibrar as ações nos minutos finais da primeira metade de confronto e foi para os vestiários perdendo por oito pontos (55 a 47), muito por conta de Dwyane Wade. Vale ressaltar que as duas equipes aumentaram a velocidade da partida nos minutos finais, mas erraram muito também.

Os destaques da primeira metade de confronto foram Kyle Korver, do lado do Atlanta Hawks, que saiu com dez pontos, quatro rebotes e dois roubos de bola, e Chris Bosh e Dwyane Wade, do lado do Miami Heat, responsáveis por 11 pontos/quatro rebotes e dez pontos, respectivamente.

O terceiro quarto começou equilibrado e o Miami Heat, liderado por Dwyane Wade, Chris Bosh e Mario Chalmers, chegou a diminuir a diferença no placar para apenas um ponto (63 a 62), com 7min24s para o término do período. Apesar disso, Kyle Korver ‘cavou’ uma falta durante uma tentativa de arremesso de três e converteu os três lances livres, aumentando a vantagem dos Hawks para quatro pontos.

Na reta final da etapa, entretanto, os visitantes cresceram de produção e o Heat caiu consideravelmente. Assim, os representantes da Geórgia fecharam o terceiro quarto triunfando por 88 a 72, abrindo assim a maior diferença de toda a partida.

No último quarto, a 8min33s do final do jogo, Chris Bosh converteu uma cesta de três pontos e diminuiu a diferença no marcador para dez pontos. O Atlanta Hawks não quis saber de bobeada e, pouco depois, aproveitando os erros do adversário, adicionou pontos com Pero Antic, que converteu dois lances livres, e com Jeff Teague, que acertou bola de três e mais dois lances livres pouco depois, para aumentar a folga novamente para 16 pontos (99 a 83).

Na sequência, Chris Bosh chegou a anotar uma sequência de quatro pontos para o Heat (99 a 87), mas os Hawks reagiram, com bola de três de Kyke Korver e Jeff Teague, e abriram 107 a 89 a 4min13s do término.

Dwyane Wade e Mario Chalmers marcaram pontos importante na sequência e diminuíram a diferença novamente para dez pontos (110 a 100), mas o Atlanta Hawks acabou administrando bem a folga e confirmou o triunfo longe de seus domínios. Placar final: 112 a 102.

Comments
To Top