NBA

Dr. J acha que seus Sixers bateriam os Warriors; Magic acha o mesmo de seus Lakers

Pat Riley Magic Johnson

Crédito: Instagram/reprodução

As finais da NBA até agora não tiveram grande disputa e para dizer a verdade, os playoffs também. Por isso, as narrativas paralelas estão pegando fogo. A maior delas agora é quais times históricos poderiam bater o Golden State Warriors atual. O Chicago Bulls de Jordan foi visto com desconfiança pelas casas de apostas de Las Vegas. Mas isso não impediu duas lendas do basquete, Magic Johnson e Julius Erving, de dar suas opiniões.

Para Magic, o Los Angeles Lakers de 1987, campeão da NBA e que contava com ele, James Worthy e Kareem Abdul-Jabbar ganharia dos atuais finalistas. Calma, não só ganharia: “nós provavelmente varreríamos eles”, dando como justificativa que os Lakers são “maiores” em altura que os Warriors. Pat Riley, treinador daquele time, concordou.

“Tenta colocar alguém em Kareem Abdul-Jabbar”.

Já Julius Erving, conhecido como Dr. J, estrela da ABA e campeão da NBA em 1982/83 com o Philadelphia 76ers, destacou que o que pegaria para os Warriors contra os Sixers é lidar com a versatilidade de seu ex-time.

“Quando você tem a configuração que nossa equipe tinha, nós podíamos jogar de forma mais lenta, mais rápido. Moses (Malone) era uma força dominante. Eu tenho visões dele pegando o rebote algumas vezes e levando atá a outra cesta”, disse Erving, citando Malone, três vezes MVP da NBA e que reforçou os 76ers na temporada do título.

“Nós tínhamos quatro pivôs, quatro armadores e quatro alas e as partes eram intercambiáveis. Tínhamos um jogador (do calibre de) Bobby Jones vindo do banco”, lembrou o ex-jogador, citando Jones, quatro vezes All-Star da NBA.

“E Billy Cunningham (treinador) com a mente tática que tinha, teria descoberto. Ele teria descoberto como jogar contra esse time e como bater esse time”, finalizou Julius Erving.

Mas para saber de verdade, só usando um simulador que ainda não foi criado.

Comments
To Top