MLB

Decisão da Suprema Corte dos EUA permite que estados legalizem apostas esportivas

(Crédito: Instagram/reprodução)

A decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos desta segunda-feira pode mudar tanto as ligas americanas como o surgimento de uma grande estrela ou uma mudança nas regras do jogo. Uma lei de 1992 permitia apenas que estabelecimentos no estado de Nevada – onde fica Las Vegas – pudessem abrir apostas, legalizadas, de um evento esportivo.

Por 6 votos favoráveis e 3 contrários, agora cada estado pode ou não permitir que estabelecimentos ofereçam esse produto. New Jersey, Delaware, Mississippi, Nova York, Pennsylvania e West Virginia devem ser os primeiros a permitir.

Por anos Nevada aproveitou essa hegemonia para encher os bolsos, com mais de 4,8 bilhões de dólares sendo apostados em seus cassinos só em 2017, recorde na história.

Quando o processo começou, em 2011, a NBA e MLB eram contrárias a essa liberação, com medo que a integridade do jogo fosse comprometida e resultados pré-arranjados. Porém ambas as ligas mudaram de posição, visando também os lucros que podem chegar nos cofres dos times.

“Nós permanecemos a favor de uma legislação federal que providencie uma forma de enquadrar de forma uniforme em estados que escolherem permitir (apostas esportivas), mas continuaremos conversando com os governos estaduais. Independente das particularidades de qualquer lei de apostas esportivas, a integridade do jogo continua sendo nossa prioridade mais alta”, declarou Adam Silver, comissário da NBA.

A MLB lançou um comunicado com mensagem similar. “Nós vamos continuar apoiando uma legislação que crie uma coordenação integrada entre o Estado, operadores de cassinos e órgãos reguladores para chegar nesse objetivo (de manter a integridade do jogo”, declarou a liga de beisebol.

A NFL, NHL e NCAA (esportes universitários) decidiriam se manter neutras nessa discussão.

“O votação de hoje faz possível que estados e territórios indígenas soberanos (nota: onde vários cassinos operam nos Estados Unidos) ofereçam aos americanos o que eles desejam: um mercado de apostas esportivas aberto, transparente e responsável. Com uma inteligente e eficiente regulação, esse novo mercado protegerá seus consumidores, preservará a integridade dos jogos que amamos, empoderará a justiça para combater apostas ilegais e gerará novos recursos para estados, entidades esportivas e muitos outros”, disse Geoff Freeman, CEO da Associação de Apostadores Americanos.

Para você que viu a série Sopranos: Tony Soprano está ferrado, perdeu boa parte de seus recursos.

Comments
To Top