NBA

Com virada surpreendente, Celtics batem Cavs no ultimo lance em Cleveland

(Crédito: Reprodução/Twitter)

Cleveland Cavaliers (51-31) 108 x 111 Boston Celtics (53-29) – 2 a 1 a favor dos Cavaliers

O cara do jogo: Marcus Smart (27 pontos, 7 assistências, 5 rebotes, 7/10 da linha de 3 pontos, incluindo a assistência para Avery Bradley no lance que definiu o jogo), com menção honrosa para Avery Bradley (20 pontos e autor do arremesso da vitória)

Bastaria dizer que a primeira vez que o Boston Celtics esteve à frente do Cleveland Cavaliers em uma partida na final da Conferência Leste veio no jogo 3, para estabelecer a superioridade evidente do time de LeBron James.

Mas o fato é que, contra toda e qualquer lógica, os Celtics foram a Ohio e bateram os Cavs em plena Quicken Loans Arena por 111 a 108. Avery Bradley, o melhor jogador de Boston nesses playoffs, meteu a bola de três que garantiu a vitória no último segundo de jogo, completando a virada após desvantagem de 21 pontos.

Com Isaiah Thomas fora de combate, acreditava-se que os Celtics precisariam de um jogo praticamente perfeito de todo o elenco para seguir vivo na série. Não foi bem assim que aconteceu, mas a vitória veio do mesmo jeito.

Marcus Smart, que ganhou a titularidade, foi quem organizou o ataque ao lado de Bradley e arremessou com precisão da linha de 3: 7/10 e 27 pontos. Os armadores combinaram para 47 pontos.

O primeiro tempo não começou bem para os Celtics e o jogo parecia caminhar para mais uma vitória fácil dos Cavs, que se mantinha sem muito esforço na casa dos 10 ou 15 pontos de vantagem. Até mesmo LeBron James jogou em ritmo tranquilo no primeiro período: 8 pontos. O problema de Cleveland—um que afligiu a equipe ainda na temporada regular—foi o apagão no último período. A vantagem de 21 pontos no terceiro quarto deveria ser insuperável na lógica da série até aqui.

Mas sem LeBron pontuando (apenas 3 pontos no segundo tempo), e a defesa não conseguindo achar resposta para os tiros do perímetro dos Celtics, o jogo pouco a pouco ficou ao alcance dos visitantes. Al Horford (16 pontos), Jae Crowder (14), Jonas Jerebko (10) acertaram de longe. Vale também elogiar—e muito—a marcação de Crowder sobre James.

Os Celtics passaram à frente faltando quatro minutos para o fim do jogo. Kyrie Irving (29 pontos, 7 assistências) fez suas mágicas para manter os Cavs vivos no jogo, e Kevin Love (28 pontos, 10 rebotes) relembrou aquele jogador de Minnesota. Com 10 segundos para o fim, o duelo estava empatado em 108 a 108.

No tempo pedido, Brad Stevens bolou uma linda jogada que deixou J.R. Smith perdido na troca, e Avery Bradley completamente livre de marcação para anotar três pontos definitivos do jogo. O arremesso ainda teve requintes de crueldade, levando cerca de 2 segundos para cair e deixando apenas 0.1 no cronômetro pra Cleveland, que não tinha mais timeouts para pedir.

A vitória dos Celtics, que mantém o time com alguma chance ainda nas finais do Leste, também significou o fim da sequência de 10 vitórias consecutivas de Cleveland nesses playoffs e 13, considerando também os da temporada passada, quando a equipe teve uma virada incrível nas finais contra o Golden State Warriors.

Com 2 a 1 na série, os Cavs voltam a receber os Celtics na próxima terça-feira (23), mais uma vez na Quicken Loans Arena.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top