NBA

Clippers x Jazz como aconteceu – resultado, destaque e reação

Nesta sexta-feira (18), o Los Angeles Clippers fez história ao bater o Utah Jazz por 131 x 119, no Staples Center. Mesmo sem sua principal estrela, Kawhi Leonard, LA conseguiu reverter uma diferença de 22 pontos no intervalo. Desta forma, chegou pela primeira vez em 50 anos a uma final de Conferência.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE CLIPPERS X JAZZ

1º QUARTO: NAS TEIAS DA ARANHA

O jogo 6 das semifinais do Oeste foi marcado por grandes atuações individuais em cada quarto. Com isso, os primeiros 12 minutos foram de Donovan Mitchell. O spida, mesmo com problemas no tornozelo direito, se superou e garantiu a liderança da equipe no placar ao anotar 16 pontos – sendo três bolas do perímetro.

A diferença só não foi maior pois o calouro Terance Mann mostrou inspiração. Assim, o substituto de Kawhi anotou 12 pontos que mantiveram os Clippers vivos para o segundo quarto.

2º QUARTO: O MELHOR SEXTO HOMEM BRILHOU

Jordan Clarkson pegou fogo. Eleito o melhor sexto homem da temporada, o ala-armador foi responsável pela disparada no placar de Utah. Desta forma, ele anotou 17 pontos consecutivos que desestabilizaram os adversários.

Com isso, LA perdeu confiança por não conseguir frear Clarkson e parou de jogar. Portanto, os Jazz aproveitaram o momento de “apagão” dos Clippers para irem ao intervalo com 22 pontos de diferença no marcador.

3º QUARTO: O TROCO DO CALOURO

A volta do intervalo poderia ser um pesadelo para Los Angeles. A diferença enorme no placar e Clarkson matando uma bola de três nos primeiros segundos, davam indícios de que teríamos jogo 7. Contudo, esqueceram de avisar Terance Mann. Na melhor partida de sua carreira, o jovem começou a mostrar seu poderio ofensivo e trouxe a torcida para o jogo.

Desta forma, calouro anotou 20 pontos com quatro bolas do perímetro para colocar os Clippers na disputa novamente. Com isso, os Jazz “congelaram” e não conseguiram conter o fogo de Mann. Reggie Jackson, com 14 pontos e 5 assistências também foi fundamental.

4º QUARTO: PARA FAZER HISTÓRIA

Atordoado com a reação impressionante do adversário, Utah desesperou. Mike Conley debutando na série e, visivelmente sem ritmo de jogo, não conseguiu armar a equipe.

Portanto, foi o momento dos Clippers consagrarem a vitória. Com isso, diferente dos outros quartos, o brilho dos últimos 12 minutos não foi de apenas um personagem, mas sim do jogo coletivo imposto ao adversário. Deste modo, com mais cinco assistências e oito pontos, Jackson ditou a cadência de sua equipe. Junto do inspirado Patrick Beverley – que guardou três bolas de longa distância no último período.

Donovan Mitchell foi o destaque da partida para os visitantes com 39 pontos, nove rebotes e nove assistências. Royce O'Neale também teve ótima atuação com 21 pontos e 10 rebotes.

Pelo lado de LA, Terance Mann foi o grande destaque em sua melhor partida da carreira, justamente no jogo mais importante da franquia – 39 pontos, com sete bolas de três. Paul George teve ótima atuação com 28 pontos, nove rebotes e sete assistências, além do vibrante Reggie Jackson que anotou um duplo-duplo de 27 pontos e 10 assistências.

CLIPPERS X JAZZ – E AGORA?

Os donos da melhor campanha da temporada regular decepcionaram mais uma vez. O Utah Jazz, mesmo abrindo 2 x 0 na série, não foi capaz segurar a vantagem e chegar as finais da Conferência Oeste.

Já para o elenco histórico comandado por Ty Lue, fica a lição de superação. Desta forma, ficou notório que a equipe pode se adaptar a um jogo de small ball. Além disso, os considerados coadjuvantes, mostraram que podem chamar a responsabilidade quando precisar.

Sendo assim, Los Angeles Clippers disputarão sua primeira final de Conferência contra o ótimo Phoenix Suns, do ídolo Cris Paul. O jogo um da série acontece neste domingo (20), às 16h30 (horário de Brasília), na Phoenix Suns Arena, no Arizona.

Foto destaque: Reprodução/LA Clippers

 

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top