NBA

Buzzer Beater: um jogo de xadrez

Nesta semana, estamos estreando no QUINTO QUARTO a coluna intitulada Quinta Descida. Vamos separar este espaço para, semanalmente, trazermos a você um pouco mais da parte técnica dos esportes americanos. Aqui, você poderá conferir, da maneira mais simples possível, análises táticas, jogadas-chave, lances plásticos e decisivos. Em suma, aqui é o espaço da experimentação e da técnica. Afinal, o esporte é construído, em grande parte, nas ‘trincheiras'. Quinta descida: é aqui onde vemos o esporte sendo decidido. 

Para estrear a coluna escolhi um buzzer beater, que é aquela cesta no último segundo que define o jogo, considerado por muitos o momento mais emocionante de uma partida de basquete. É comum que antes desse tipo jogada o técnico do time atacando peça tempo para desenhar a jogada frente a seus jogadores. À primeira vista, tudo o que é desenhando na lousinha do técnico se parece com um monte de rabiscos, mas nela estão contidas jogadas geniais, pensadas nos mínimos detalhes para definir uma partida, quase como um xadrez (não chamarei de xadrez humano, afinal assim é também conhecido o futebol americano, alvo de colunas futuras).

A jogada em questão aconteceu dia 12 de fevereiro, no Toyota Center, em Houston, na partida entre Washington Wizards e Houston Rockets. O jogo foi tranquilo para os Rockets até o último quarto, quando o time de Washington conseguiu reverter uma desvantagem de 19 pontos e ficou com apenas um na frente faltando quatro segundos para o final. Foi então que Houston pediu tempo e armou sua última jogada.

Precisando de dois pontos para a vitória, o time de Houston desenha uma jogada de infiltração para seu astro James Harden. Ele se posiciona entre o pivô Dwight Howard e o armador Jeremy Lin, enquanto o ala-pivô Francisco Garcia fica entre o garrafão e a zona morta no fundo da quadra. A jogada foi definida em dois momentos e, em cada um, duas movimentações foram chaves para que Harden tivesse caminho aberto para a bandeja da vitória.

jogada 1

1-Antes de receber a bola, Lin começa a correr em direção ao perímetro dando a entender que iria receber o buzzer beater. Seu marcador, John Wall, o acompanha, porém é surpreendido com a volta repentina de Lin. Nesse mesmo momento, Howard e Harden trocam de posição. Howard ‘vai para cima' do marcador de Harden, enquanto este se move para a esquerda, se afastando da marcação para receber a bola. A movimentação de Harden engana também John Wall, que ao ver Lin e Harden se movimentando, cada para uma direção diferente, fica ‘mais perdido do que cego em tiroteio', indeciso na marcação, dando milésimos de segundos preciosos para a infiltração de Harden.

jogada 2

2- O segundo momento-chave acontece quando Harden recebe a bola: Howard, agora livre de seu marcador original (um pivô), encontra-se à frente do jogador que estava marcando Harden antes da troca de posição. Esse era um ala-armador muito menor e mais fraco que Howard, fazendo com que o pivô de Houston impedisse sua passagem facilmente, deixando Harden na marcação mano a mano com um pivô e dando vantagem para o jogador dos Rockets no quesito velocidade na hora da infiltração. Ao mesmo tempo em que acontece isso no fundo da quadra. Francisco Garcia se movimenta em direção à zona morta, puxando a marcação, e assim também tirando mais um jogador de perto do garrafão, deixando o buraco mostrado na foto.

jogada 3

O corta de luz de Howard junto com a “puxada” da marcação feita por Garcia fez com que Harden tivesse um corredor no lado esquerdo do garrafão para sua bandeja. Foi mais ou menos essa a visão que ele teve para definir o jogo (foto abaixo), tendo que somente driblar um pivô lento, e com medo de fazer falta em um jogador com aproveitamento de mais de 85% nos lances livres, para ganhar o jogo.

Visão Harden

A jogada em si foi muito simples: um corta-luz feito por um pivô, aliado a uma movimentação visando o afastamento do máximo de jogadores adversários possíveis. Outro ponto que ajudou na execução da jogada foi a escolha da marcação homem a homem mal treinada que fez com que, durante a movimentação dos Rockets, os jogadores dos Wizards ficassem perdidos, vide John Wall no momento em que Lin se movimenta.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top