NBA

Arrasando no primeiro quarto, Warriors batem Jazz e completam varrida

Draymond Green Jazz Warriors

Crédito: Instagram/reprodução

No fim do primeiro quarto o placar já mostrava 39 a 17 para o Golden State Warriors contra o Utah Jazz, com os Splash Brothers, Stephen Curry e Klay Thompson, simplesmente arrasando. Com 3 a 0 na série, parecia mesmo que tudo estava decidido e os quartos finais confirmaram isso, com os californianos vencendo por 121 a 95, completando a varrida.

Agora os atuais bicampeões da Conferência Oeste esperam um time texano nas finais da conferência. San Antonio Spurs e Houston Rockets estão empatados após quatro jogos.

O jogo

Stephen Curry terminou bem o jogo 3, mas seu aproveitamento não foi dos melhores. Já Thompson foi péssimo, com apenas seis pontos e um arremesso certo em nove tentados. Pois bem, no primeiro quarto do jogo 4, os dois partiram para a jugular. Somados eles acertaram seis dos oito arremessos tentados, Curry somou 14 só nesse período, o time acertou 57,1% dos tiros e viu o Jazz acertar apenas 3 dos seus 16 arremessos iniciais.

Resultado: Utah 17, Golden State 39.

O Jazz conseguiu reagir com uma sequência incrível de 14 pontos contra 0 dos oponentes e mais 12 a 2 para finalizar o primeiro tempo, mas os Warriors sempre conseguiram evitar o código vermelho e na maioria do jogo lideraram por duplo-dígito, apesar de mais uma partida boa de Gordon Hayward (25 pontos) e participação de destaque de Shelvin Mack, com 18 pontos. Hayward aliás é um free agent nesta offseason e Quin Snyder, de forma inteligente, tirou ele de quadra antes do jogo terminar para receber uma ovação dos presentes na arena e deixar o ala com uma boa memória em uma série que o Jazz não teve chances.

O jogo foi para o último quarto com 14 pontos de diferença e no último período os reservas dos Warriors fizeram a vantagem ficar ainda maior.

Curry terminou com 30 pontos, Thompson com 21 e Kevin Durant, sem ser muito exigido, teve 18 pontos. Draymond Green somou um triplo-duplo de 17 pontos, 10 rebotes e 11 assistências.

Com todo mundo saudável, menos o treinador Steve Kerr, que segue afastado para um procedimento médico, os Warriors chegam com um retrospecto perfeito para as finais da Conferência Oeste, enquanto Rockets e Spurs vão duelar pelo menos mais duas vezes. Na terceira final do Oeste seguida, os Warriors já chegam com vantagem.

Comments
To Top