NBA

Apresentado, LaMarcus Aldridge explica decisão de ir para os Spurs

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

Free agent mais cobiçado do mercado da NBA neste meio de ano, LaMarcus Aldridge foi apresentado no San Antonio Spurs nesta sexta-feira (10) e, ao comentar sua decisão de ir para a franquia texana, o ala-pivô brincou com as entrevistas concedidas por Gregg Popovich, técnico da equipe.

O jogador deu o exemplo do lacônico comandante para explicar como foram as reuniões com a organização.

“Vocês já viram as entrevistas na TNT, certo? Ele foi daquele jeito, mas um pouco mais legal. Pop não vai contar a você histórias doces ou tentar maquiar as coisas. Ele é uma pessoa muito honesta. Ele é muito atencioso, mas não vai ficar agradando você. Isso ficou claro no encontro. Ele tinha boas coisas para falar, mas nossos encontros não foram uma hora de ele puxando meu saco. Foi basicamente de falar sobre basquete e isso foi incrível”, disse Aldridge, de forma bem-humorada, elogiando bastante a personalidade de seu novo treinador.

Natural do Texas, LaMarcus foi influenciado por Tim Duncan, Tony Parker e outros membros dos Spurs para fazer a escolha. E, nesta sexta, ele explicou o processo da tomada de decisão de mudar de casa, após passar suas primeiras nove temporadas na NBA defendendo o Portland Trail Blazers.

“Quando você está tomando uma decisão tão grande, você nunca vai estar 100% certo. Deixar a organização em que eu fiquei por nove anos, onde eu tenho raízes e faço parte da história, nunca foi fácil. Houve momentos nos quais eu hesitei, porque estava saindo e encarando algo novo. Conversar mais com R.C. (Buford, general manager dos Spurs), com Pop, esses caras me fizeram sentir confortável. Me fizeram sentir em casa. Fizeram eu me sentir seguro para tomar esse ato de fé que desde então eu me senti bem”, afirmou. “Estou empolgado por estar aqui. Sempre senti que aqui era minha casa”.

Apesar de ter admitido que ficou bastante em dúvida, LaMarcus Aldridge admitiu que no dia 3 de julho foi dormir sabendo que queria vestir a camisa do time de San Antonio.

“Quando eu pensei que era minha primeira opção, liguei para Portland e disse a eles que não iria voltar. Eu fui dormir naquela noite pensando que eu seria um Spur. Eu acordei de manhã e ainda me sentia confortável (com a decisão). Eu não fiquei desesperado no meio da noite, não acordei gritando ‘não!’. Eu acabei permanecendo com ela (decisão)”, observou ele, frisando ainda que Tim Duncan, seu ídolo de infância, foi uma grande motivação para atuar na franquia texana.

“Ele foi uma grande parte. Foi enorme na minha decisão. Eu estava definitivamente chocado quando ele fez parte disso (convencer LaMarcus a ir para os Spurs), seja quando ele estava ligando ou indo para a Califórnia. Eu senti que ele estava envolvido e acho que isso mostrou quanto ele queria jogar comigo também. Não há preço que pague”, revelou.

Na última temporada, Aldridge teve média de 23,4 pontos por jogo, maior marca de sua carreira, além de 10,2 rebotes e 1,7 assistências por duelo. Agora, ele inicia um novo capítulo em sua trajetória e ainda conta com a permissão de Bruce Bowen para utilizar a camisa número 12, que sempre o acompanhou na carreira profissional.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top