MLS COLUNAS

Colônia de brasileiros criou recorde e mantém Ordem e Progresso na MLS

Colônia de brasileiros criou recorde e mantém Ordem e Progresso na MLS

Colônia de brasileiros criou recorde e mantém Ordem e Progresso na MLS. De antemão, o Brasil sempre teve fama de ter muitos brasileiros jogando futebol em diversos times pelo mundo. Anteriormente, Pelé foi um dos pioneiros do esporte nos Estados Unidos na década de 70, tendo Carlos Alberto Torres entre outros também na terra do Tio Sam ainda na época anterior a Major League Soccer (MLS), quando a NASL bombava.

Por conseguinte, já tivemos muitos brasileiros na MLS no decorrer da história. Bem como também tivemos diversos brasileiros na NASL. No entanto, em 2021, a realidade mudou de figura. Um novo recorde foi estabelecido e a Major League Soccer nunca foi tão verde e amarela quanto naquela temporada. A edição 2022 teve a maior presença de jogadores brasileiros de toda a história. Porém, agora o foco é na temporada 2023 que se inicia em 25 de fevereiro. Enquanto no começa, o Quinto Quarto fica de olho na contabilização dos brazucas para ver se terá um pagode maior na terra do Tio Sam.

História da Major League Soccer

Antes de tudo, a principal liga dos Estados Unidos nasceu em dezembro de 1993, após o país receber, em 1988, o direito de sediar a Copa do Mundo de 1994. Dessa forma, o campeonato foi dividido em duas conferências, sendo elas Leste e Oeste.

Sobretudo, a primeira edição só aconteceu em 1996, com um total de 10 clubes participando. E hoje, após pouco mais de duas décadas, a liga dos EUA chega em 2022 mostrando uma tremenda evolução e gigantesca projeção de crescimento.

Então, com uma invejável organização financeira, shows, Merchandising, entre outros, são espectáculos excepcionais que fazem do futebol nacional uma grande joia em expansão.

Colônia de brasileiros criou recorde e mantém Ordem e Progresso na MLS

Por certo, 2022 foi o ano com mais jogadores brasileiros no principal campeonato de futebol (soccer) dos Estados Unidos. Além disso, de acordo com um levantamento da Major League Soccer, o Brasil é o país com mais jogadores na competição, fora EUA e Canadá.

Em suma, no pico da temporada, a liga conta com 41 brasileiros e um técnico, batendo seu recorde que era justamente em 2021, com 31.

Nesse ínterim, apenas nove clubes de 28 não contavam com brasileiros no elenco, sendo eles: Chicago Fire, DC United, FC Dallas, Los Angeles FC, Minnesota United, CF Montréal, Nashville SC, Sporting Kansas City e Toronto FC.

Ordem e Progresso na liga: recorde de brasileiros em 2021

Decerto, em 2021, o Brasil quebrou o recorde na Major League Soccer de mais brasileiros atuando pela liga. Nesse ínterim, 31 ao total disputaram o campeonato estadunidense.

Em 2022, além de manter muitos brasileiros, a Major League Soccer atualizou o recorde ao chegar mais jogadores para a liga totalizando 41 atletas. Assim sendo, onde estavam os 41 brazucas?

Cabe dizer que a temporada 2023 inicia em 25 de fevereiro. Portanto, acompanhe também simultaneamente a contabilização da lista até o próximo ano.

Ordem e Progresso na MLS: colônia de brasileiros em 2021 (31)

  • Atlanta United: Luiz Araújo e Matheus Rossetto;
  • Colorado Rapids: André Shinyashiki e Lucas Esteves;
  • Columbus Crew: Artur;
  • Cincinnati: Brenner;
  • DC United: Felipe Martins;
  • FC Dallas: Bressan e Phelipe Megiolaro;
  • Inter Miami: Gregore;
  • NY Red Bulls: Carlos Coronel e Fábio;
  • New York City: Heber, Talles Magno e Thiago Andrade;
  • New England Revolution: Maciel;
  • Orlando City: Alexandre Pato, Antônio Carlos, Júnior Urso, Matheus Aiás e Ruan;
  • Philadelphia Union: Ilsinho, Matheus Davó e Sérgio Santos;
  • Real Salt Lake: Everton Luiz;
  • Seattle Sounders: João Paulo e Léo Chu;
  • San Jose Earthquakes: Judson e Nathan;
  • Toronto FC: Auro Jr;
  • Vancouver Whitecaps: Caio Alexandre.

Ordem e Progresso na MLS: colônia de brasileiros em 2022 (41)

  • Austin FC: Felipe Martins;
  • Atlanta United: Luiz Araújo e Matheus Rossetto;
  • Colorado Rapids: André Shinyashiki, Lucas Esteves e Max Alves;
  • Columbus Crew: Artur;
  • Cincinnati: Brenner;
  • Charlotte FC: Vinícius Mello;
  • Houston Dynamo: Zeca e Thiaguinho;
  • Inter Miami: Gregore e Jean Mota;
  • LA Galaxy: Douglas Costa;

 

  • NY Red Bulls: Carlos Coronel, Luquinhas e Elias Manoel;
  • New York City: Gabriel Pereira, Heber, Talles Magno, Thiago Andrade e Thiago Martins;
  • New England Revolution: José Ítalo, Maciel, Marcos Dias e Ryan Lima;
  • Orlando City: Alexandre Pato, Antônio Carlos, Júnior Urso e Ruan;
  • Portland Timbers: Nathan Fogaça;
  • Philadelphia Union: Sérgio Santos;
  • Real Salt Lake: Everton Luiz e Pedro Fonseca;
  • Seattle Sounders: João Paulo e Léo Chu;
  • San Jose Earthquakes: Judson, Nathan e Antônio “Rodrigues”;
  • Vancouver Whitecaps: Caio Alexandre e Vitor Dias.

Ordem e Progresso na MLS: colônia de brasileiros em 2023 (40)

  • Atlanta United: Luiz Araújo e Matheus Rossetto;
  • Colorado Rapids: Lucas Esteves e Max Alves;
  • Cincinnati: Brenner e Sérgio Santos;
  • Charlotte FC: Vinícius Mello, André Shinyashiki;
  • Houston Dynamo: Artur, Zeca e Thiaguinho;
  • Inter Miami: Gregore e Jean Mota;
  • LA Galaxy: Douglas Costa;

 

  • NY Red Bulls: Carlos Coronel, Luquinhas e Elias Manoel;
  • New York City: Gabriel Pereira, Heber, Talles Magno, Thiago Andrade e Thiago Martins;
  • New England Revolution: José Ítalo, Maciel, Marcos Dias e Ryan Lima;
  • Orlando City: Felipe Martins, Antônio Carlos e Ruan;
  • Portland Timbers: Nathan Fogaça, Evander Ferreira;
  • Real Salt Lake: Pedro Fonseca;
  • Seattle Sounders: João Paulo e Léo Chu;
  • San Jose Earthquakes: Judson, Nathan e Antônio “Rodrigues”;
  • Vancouver Whitecaps: Caio Alexandre (emprestado ao Fortaleza);
  • St. Louis City SC: (expansão): Vitor Dias;

 

Foto destaque: Reprodução / Twitter

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top