MLB

Rob Manfred: redução nos jogos significaria um corte salarial

Rob Manfred

Rob Manfred, comissário da Major League Baseball, se mostrou favorável à opinião de Anthony Rizzo de que a temporada do beisebol deve ser mais curta. No entanto, o executivo destacou que, caso a vontade do primeira base do Chicago Cubs seja atendida, os jogadores terão que aceitar cortes salariais.

“Acho que os comentários de Anthony foram realistas no sentido de que ele ligou o fato de que, se de fato tivermos 154 jogos (em vez de 162) ou um número menor de jogos, os jogadores teriam que ser participantes desse processo. Eles vão trabalhar menos e provavelmente receber menos”, declarou ao ‘Associated Press Sports Editors’.

Essa posição é contra o que Tony Clark, diretor executivo da Associação de Jogadores (MLBPA), acredita. Ele vem há anos defendendo que seus jogadores não merecem um corte salarial mesmo se a temporada seja encurtada. Apesar disso, Manfred reconheceu que discutiria o assunto.

“Tivemos uma discussão interna bastante significativa sobre 154, 158 jogos logo depois de eu ter sido eleito comissário. Foi um tema que estava quente naquele momento”.

Além disso, Rob Manfred reconheceu que o assunto de mudança no número de jogos seria muito difícil por causa das equipes de mercados menores e que seria necessário a adesão de muitos jogadores nessa campanha.

“Se (os jogadores) não forem (um número) significativo, essas ramificações diferentes serão muito diferentes dependendo do mercado em que a equipe opera. Então quando você pensa nisso, tentando ter o consenso entre os times, obviamente o dinheiro importa´. E a desproporção torna a questão mais difícil porque você tem equipes dizendo: ‘ei, isso realmente não me machuca tanto’ e outros dizendo: ‘isso me custará milhões e milhões de dólares’. Essa é uma questão difícil internamente”.

Comments
To Top