MLB

Reginatto é destaque brasileiro para treinador Barry Larkin: “vai chegar à MLB”

Leonardo Reginatto é um dos destaques do Brasil no WBC (Crédito: Yuki Taguchi/WBCI/MLB Photos via Getty Images)

Leonardo Reginatto é um dos destaques do Brasil no WBC (Crédito: Yuki Taguchi/WBCI/MLB Photos via Getty Images)

Do MCU Park, em Nova York (Estados Unidos) – Mesmo em dia de ataque inoperante e derrota do Brasil, Leonardo Reginatto destacou-se mais uma vez. Além do bom desempenho no bastão — 50% de aproveitamento até aqui na competição —, o curtibano de 26 anos também apareceu bem roubando duas vezes a segunda base de Israel.

Para o treinador da Seleção Brasileira Barry Larkin, o infielder ainda despontará como jogador de beisebol, apesar de ainda não ter ‘estourado’ aos 26 anos. “Ele tem uma grande abordagem em relação às rebatidas. É um cara muito calmo e leva com ele isso para o bastão. Também tem um equilíbrio muito bom. Eu sempre digo a ele: ‘Você vai jogar na Major League’”, contou Larkin, dono de nada menos do que 12 nomeações como All-Star, MVP da Liga Nacional em 1995 e integrante do Hall da Fama do esporte.

O técnico da equipe brasileira também atua na formação de atletas com o Cincinnati Reds, equipe que defendeu durante os 18 anos de carreira como jogador, não poupou elogios ao seu atleta, mas falhou ao tentar compará-lo a algum outro jogador que tenha conhecido. “Agora, do topo da minha cabeça, não me lembro de ninguém em específico. Mas acredito que ele tenha um futuro brilhante pela frente”, continuou.

Outro nome muito elogiado pelo treinador nacional foi o de Rodrigo ‘Bo’ Takahashi, arremessador titular na derrota contra Israel. “Bo é um garoto que apareceu no Elite Camp que fizemos há 6 ou 7 anos atrás, e ele segue evoluindo e mostrando potencial. Hoje [sexta-feira, na derrota por 1 a 0 para Israel] ele mostrou do que é capaz”, enalteceu Larkin, antes de apontar o torneio como um bom espaço para os atletas mostrarem seus talentos para olheiros.

Comments
To Top