MLB

Com HR de Núñez, Red Sox vencem Dodgers e saem na frente na World Series

 

Os bastões falaram mais alto no Jogo 1 da World Series 2018. Clayton Kershaw e Chris Sale não passaram da quinta entrada e os bullpens foram acionados. Mas a noite de terça-feira (23) era dos rebatedores de Boston, que fizeram 8 a 4, ganharam a partida no Fenway Park e abriram a série em vantagem.

E a grande sacada do confronto veio do treinador dos Red Sox. Com o placar de 5 a 4 para Boston, jogo tenso e apertado, Alex Cora tirou Rafael Devers e colocou Eduardo Núñez para enfrentar o canhoto Alex Wood, que tinha acabado de entrar na partida. Em seu segundo arremesso, Wood viu Núñez acertar um home de três corridas que praticamente garantiu a vitória de Boston.


Nathan Eovaldi foi chamado para arremessar a oitava, fez seu serviço de forma impecável e deixou a nona para Craig Kimbrel. O fechador deixou as desconfianças de lado e garantiu a vitória.

O Jogo 2 será realizado nesta quarta-feira (24), às 21h09 (de Brasília), também no Fenway Park. David Price será o arremessador por Boston. Hyun-jin Ryu deve ser o titular por L.A.

Montinhos frágeis

Depois de ter um desarranjo intestinal e não jogar diante dos Astros, Sale voltou e não convenceu. Apesar de contar com a ajuda do ataque de Boston, o arremessador precisou de 50 arremessos para fechar as duas primeiras entradas e acabou sendo sacado na quinta entrada após ceder três corridas em quatro entradas.

Por sua vez, Kershaw também desapontou. Foram cinco corridas cedidas em quatro entradas. Assim como Sale, ele foi sacado na quinta entrada. Os Dodgers precisavam de uma boa atuação de Kershaw, mas receberam em troca muitas dúvidas e uma pressão extra em seu bullpen.

Corridas e mais corridas

Já era previsto que a partida seria movimentada. Os dois line-ups são muito bons e, dificilmente, passam em branco.

Logo na primeira entrada, os Red Sox foram atrás de Kershaw. Andrew Benintendi conseguiu uma rebatida simples, Mookie Betts anotou a corrida, e Benintendi foi à segunda base após um erro dos Dodgers. Em seguida, J.D. Martinez rebateu para o campo central e Benintendi fez 2 a 0.

A resposta de Los Angeles veio divida em duas entradas. Kemp mandou um HR na segunda entrada. Na terceira, Machado conseguiu uma simples e Turner deixou tudo igual.


Boston é agressivo no bastão e não desanimou com o empate. Ainda na terceira entrada, Martinez bateu uma dupla e Pearce recolocou o time da casa em vantagem. A alegria durou pouco. Na quinta entrada, Machado, vaiado por todo o estádio, conseguiu outra rebatida e impulsionou Dozier: 3 a 3.

Na parte de baixo da quinta entrada, Kershaw deixou um bomba nas mãos Ryan Madson, que não segurou o ataque dos Red Sox. Betts e Benintendi fizeram 5 a 3.

Mas os Dodgers também são osso duro de roer no bastão. Machado, o melhor do time, impulsionou mais uma corrida e deixou o Fenway Park tenso. Foi aí que Dave Roberts, treinador dos Dodgers, resolveu tirar Pedro Báez após duas eliminações fáceis na sétima entrada. Roberts não eu queria que Báez enfrentasse o também canhoto Devers. Colocou Wood na partida, mas Cora tirou Devers colocou o destro Núñez.

Boom! Núñez mandou um home run de três corridas e acabou com o jogo, que foi finalizado com três eliminações seguras de Kimbrel.

Comments
To Top