MLB

Participação dos arremessadores no Home Run Derby será considerada para 2017

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

Antes do All-Star Game, surgiu o a possibilidade de Madison Bumgarner, arremessador do San Francisco Giants, participar do Home Run Derby, algo que não se concretizou e Buster Posey, receptor dos Giants, disse que: “acho que ele teria vencido. E eu estou sendo honesto com você”.

Tony Clark, diretor executivo do sindicato dos jogadores (MLBPA), disse para a ‘ESPN.com’ que a MLB e a MLBPA planejam “rever isso e uma série de outras ideias” antes do All-Star Break de 2017.

Perguntado se isso significava uma competição só para arremessadores ou permitir que pitchers participem do Derby, Clark respondeu: “qualquer e todas as anteriores”.

O executivo da Associação dos jogadores já disse uma vez que MadBum e outros arremessadores manifestaram o interesse em participar da competição, sendo que a união e a liga conversaram sobre maneiras de incorporar os arremessadores no evento.

Segundo a ESPN, aparentemente eles precisaram correr contra o tempo para tentar resolver todas as mudanças nos “processos e protocolos” que seriam necessárias para que isso aconteça.

Tony Clark não falou especificamente o que foi discutido com a Major League, entretanto ele se mostrou surpreso com a teoria popular que surgiu em San Francisco de que a MLBPA se mostrou contra a permitir que pitchers participassem do Derby.

“Estávamos dispostos a ter essa conversa, que é o que nós tivemos”, disse ele. “Mas, novamente, à medida que se aproxima o evento, torna-se extremamente difícil de fazer ajustes e adaptações no protocolo”.

Segundo fontes, em um momento um Home Run Derby de menor escala para arremessadores estava sendo construído e Jake Arrieta, ace do Chicago Cubs, Jose Fernandez, arremessador do Miami Marlins, e Adam Wainwright, pitcher do St. Louis Cardinals, estavam entre os jogadores que expressaram interesse em participar do torneio.

“Nós estávamos quase lá, cara”, disse Arrieta. “Acho que teria sido algo divertido para os fãs verem”.

A estrela da franquia de Illinois disse que as discussões chegaram ao ponto de ele ter falado com o presidente Theo Epistein e o proprietário Tom Ricketts sobre o seu interesse de participar do evento.

“Estávamos perto”, comentou. “Eu acho que a liga tomou a decisão final. Mas eu realmente falei com Tom. Eu conversei com Theo… eles falaram ‘depende de você’. E eu disse ‘se eu puder fazer isso, estou dentro. Vocês sabem disso’. Eu disse: ‘vocês sabem que eu tenho treinos de rebatidas todos os dias. Nós fazemos muitos swings’. Sobre o fator lesão, quero dizer, nós vazemos 50 swings por dia”.

Além disso, Jake Arrieta disse que não acredita que a liga vetou a possibilidade, já que, segundo ele, o comissário Rob Manfred estava comprando a ideia. Uma das teorias é que a competição não prosseguiu porque Madison Bumgarner não queria participar de um mini-Derby, ele queria entrar na ‘competição real’. Também é possível falar que alguns rebatedores se mostraram contrários, como Todd Frazier, que disse: “eu não acho que seria uma boa ideia”.

Tudo o que Tony Clark disse foi que foi identificado resistência de certos jogadores e potenciais participantes. Logo, aparentemente, a MLBPA não quis ficar em uma situação desconfortável não convidando um ou dois rebatedores de linha para um arremessador participar.

“Em outras palavras, se você não tomar essa decisão (adicionar os pitchers no Home Run Derby) na linha de frente, vai ser difícil fazer considerações depois”, disse Clark. “Então é por isso que podemos ter essas conversas sobre 2017, de modo que os jogadores serão considerados e talvez estaremos olhando para um grupo mais amplo. E não apenas rebatedores”.

Comments
To Top