MLB

Mudanças para melhoria do ritmo de jogo deve acontecer sem aprovação da MLBPA

(Crédito: Instagram/reprodução)

As conversas entre a Major League Baseball e a Associação de Jogadores (MLBPA) pararam, o que aumenta a probabilidade de a liga implementar unilateralmente novas regras para a temporada de 2018 com o objetivo de melhorar o ritmo de jogo, informou a ‘ESPN’.

Os jogadores expressarão sua preocupação com a adição do pitch clock       de 20 segundos, um dos componentes centrais da mudança proposta pelo comissário Rob Manfred. Salvo mudanças no tom da discussão, parece que a MLB irá implementar o limite de tempo entre arremessos e a restrição de visitas dos catcher ao montinho em 2018 mesmo sem o consenso do sindicato.

“O meu caminho preferido é um acordo negociado com os jogadores. Mas, se não conseguirmos um acordo, teremos mudanças em 2018 de um jeito ou de outro”, declarou Manfred em novembro durante as reuniões dos proprietários.

Em 2015, a MLB colocou temporizadores nos estádios para reduzir o tempo entre as entradas e forçou os rebatedores a manterem um dos pés dentro do batter’s box com algumas exceções. As mudanças reduziram o tempo médio das partidas em seis minutos, no entanto os jogos voltaram ao tempo médio de três horas em 2016 e chegaram ao recorde de 3h05 em 2017.

A liga e a MLBPA vêm conversando ao longo do ano passado e se reuniram em Washington no início do mês. Os jogadores se mostraram contrários às mudanças propostas pelo comissário e sua equipe.

Enquanto os jogadores acreditam que o ritmo de jogo deve ser melhor, eles acham que o tempo médio das partidas pode ser melhorado com a redução do tempo das revisões por replay e do tempo morto entre as entradas e outras medidas que não envolvem o pitch clock.

Depois de implementar o pitch clock de 20 segundos nas ligas menores em 2015, o escritório do comissário está propondo a mesma mudança para a MLB, o que reduria em dois segundos a média entre os arremessos, que foi de 22 segundos em 2017.

Comments
To Top