MLB

MLBPA entra com queixa contra Pirates, Marlins, Rays e A’s

(Crédito: Instagram/reprodução)

Depois de mostrar diversas vezes sua insatisfação com o pouco investimento que as equipes da Major League Baseball estão fazendo, a Associação de Jogadores (MLBPA), entrou com uma queixa contra quatro times. A união afirma que Oakland Athletics, Miami Marlins, Pittsburgh Pirates e Tampa Bay Rays falharam em gastar sua parte do dinheiro que é dividido pela liga, o que é uma das obrigações do acordo coletivo de trabalho.

De acordo com o acordo trabalhista, as equipes devem gastar o dinheiro da receita dividida para melhorar a produção dentro de campo, no entanto nada especifica que isso deve ser feito em forma de gastos com folha salarial.

Em resposta, a liga enviou o seguinte comunicado ao ‘New York Times’: “nós recebemos a queixa e acreditamos que ela não tem mérito. Ainda não se sabe qual pode ser o resultado da reclamação mesmo se as franquias forem consideradas culpas.

A Associação de Jogadores já fez o mesmo tipo de queixa no passado, no caso contra o Miami Marlins em 2010. Isso forçou a equipe a assinar extensão de quatro anos e US$ 38 milhões com Josh Johnson.

“A queixa da MLBPA contra os Pirates não tem base. Estamos ansiosos para mostrar o necessário para um arbitrador se a MLBPA continuar seguindo no caminho dessa queixa sem mérito”, declarou Frank Coonelly em grande comunicado. O presidente da franquia da Pensilvânia também acrescentou que seu time constantemente reinveste as receitas para melhorar a equipe e cumprir o acordo trabalhista.

Apesar de as quatro equipes – que estão passando por algum tipo de reformulação – ter diminuído, é comum os times aumentarem sua folha salarial durante a temporada quando promovem jogadores ou fazem aquisições no meio da temporada.

Comments
To Top