MLB

Hall da Fama ratifica regra que proíbe Pete Rose de ser introduzido

Pete Rose, jogador com mais rebatidas na história da MLB

(Crédito: Flickr/Reprodução)

Jeff Idelson, presidente do National Baseball Hall of Fame, disse ao ‘Outside de Lines’ que o conselho do diretor se reuniu em dezembro e decidiu manter a regra que impede Pete Rose, jogador com mais rebatidas na história da MLB, a ser considerado para entrar na galeria dos imortais do beisebol.

De acordo com declaração do Hall da Fama sobre a decisão do conselho: “após ampla discussão, o conselho ratificou a resolução aprovada em 4 de fevereiro de 1991, hoje conhecida como Regra 3 (E) nas regras da eleição. Com isso, qualquer pessoa considerada inelegível permanentemente pela Major League Baseball, incluindo Pete Rose, não pode ser considerado para ser introduzido ao Hall of Fame do beisebol”.

O ‘Los Angeles Times’ foi o primeiro a relatar a história, dias antes de ele ter sua estátua no estádio do Cincinnati Reds ser revelada no sábado.

A reunião do conselho por meio de conferência telefônica foi solicitada, disse Idelson, por uma carta do advogado de Rose buscando uma reconsideração. Rose foi colocado na lista dos jogadores banidos vitaliciamente em 1989 pelo comissário Bart Giamatti após assinar um acordo aceitando o banimento.

Uma investigação liderada por John Dowd, conselheiro especial da MLB, descobriu que o ex-jogador e manager apostava em beisebol.

Em 1997, Pete Rose pediu reintegração ao comissário Bud Selig, que nunca fez nada em relação à petição. Ele voltou a fazer o pedido ao sucessor de Selig, Rob Manfred, que negou o requerimento em dezembro de 2015. Quando Manfred tomou sua decisão, ele afirmou que a elegibilidade de Rose, 76 anos, para o Hall da Fama era uma questão para além da sua responsabilidade e autoridade.

Comments
To Top