Bullpen

Giancarlo Stanton e o maior contrato da história do beisebol

stanton_marlins

As cifras no esporte parecem não ter limite, e no universo da MLB tal constatação soa como uma regra. Temporada após temporada, surge um novo recorde nos salários e o mercado se agita, entra em verdadeiro clima de euforia e depois se questiona. Todo megacontrato é mesma coisa, e o novo acordo entre Giancarlo Stanton e o Miami Marlins, de 325 milhões de dólares por 13 anos- se Stanton assim quiser, é claro -, não é exceção. Exceto em um aspecto.

Giancarlo Stanton deveras assinou o maior contrato da história do beisebol, mas declarou não ter certeza se deveria ter assinado. E por que tamanha incerteza?  Fácil; porque o rebatedor quer vencer, quer estar no topo da tabela e provar seu valor nos playoffs, e para isso os Marlins precisam montar um time em torno de Stanton, que também declarou estar cansado das promessas dos donos das franquias de Miami.

E Jeffrey Loria, dono dos Marlins, só convenceu o rebatedor depois de prometer muito que irá investir nas jovens promessas e a maior prova vem do próprio contrato de Giancarlo Stanton. Apesar do valor total ser impressionante, Stanton irá receber apenas 6.5 milhões de dólares nas próximas duas temporadas, o que abrirá muito espaço na folha salarial do Miami Marlins. Somente em 2023, o salário atingirá seu pico de US$ 32 milhões.

Fontes próximas garantem que para Stanton a prioridade sempre foi a composição de uma equipe competitiva e que o valor do seu próprio contrato foi deixado em segundo plano. O jogador quer vencer em Miami.

Os jovens citados por Loria também terão seus contratos renovados, todos com um longo período de duração. O general manager Dan Jennings, responsável pelo planejamento, disse que o time tentará renovar com o destro Jose Fernandez – que vem de uma Tommy John, mas que possui um potencial enorme -, Marcell Ozuna, jogador do campo central, Christian Yelich, que atua no campo esquerdo e o shortstop Adeiny Hechavarria.

Se todas essas jovens promessas realmente ficaram nos Marlins e mostrarem um desempenho regular, Stanton tem tudo para liderar a franquia tanto em campo como fora dele, mudando o comportamento do torcedor, que pouco liga para o time, e expandindo a marca por todo o país e para fora dele. E apesar de não estar 100% certo de sua decisão, Giancarlo é a definição da expressão “rebatedor profissional” e irá se dedicar 100% com o uniforme do Miami Marlins.

E se nada der certo, Stanton tem a opção de pular fora e levar suas ambições para outro lugar.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top