MLB

Fã é atingida na cabeça por bastão e vai parar no hospital com ferimentos graves

Crédito: wikipedia/Reprodução

Crédito: wikipedia/Reprodução

Na última sexta-feira (05), um fã, no Fenway park, foi atingido na cabeça por uma parte de um bastão que se quebrou após Brett Lawrie, defensor interno do Oakland Athletics, rebater. Segundo a polícia de Boston, o torcedor foi encaminhado para o hospital com ferimentos graves.

Durante a segunda entrada do jogo entre o Boston Red Sox e os Athletics, a partida foi interrompida pela equipe de emergência, que retiraram a torcedora de maca pelo campo. A partida terminou com vitória para os Red Sox por 4 a 2.

O porta-voz do hospital Beth Israel Deaconess Medical Center Hospital, em Boston, informou que ele ainda está recolhendo informações sobre a identidade da paciente e também o seu estado de saúde.

“Eu vi o bastão voando para as mãos pessoas na arquibancada e estava tudo bem, quando o bastão quebra, ele fica com bordas irregulares, e tudo por acontecer”, disse Lawrie. “Esperamos que tudo esteja bem com ela”.

“Foi violento”, disse Alex Merlis, que estava sentado uma fileira atrás da moça quando o bastão a acertou. “Ela sangrou muito. Muito. Eu acho que nunca vi algo parecido”.

Segundo Merlis a vítima estava com o seu marido, que tentou cuidar dos ferimentos enquanto não chegava a equipe de emergência, e seu filho, que estava sendo amparado pelas outras pessoas ao redor.

Preocupada com os bastões que vão para as arquibancadas e do perigo que eles representam, a Major League Baseball vem estudando desde 2008 uma série de alterações da regulamentação da MTD para a próxima temporada próxima temporada.

Apesar das várias bolas que atingem torcedores em foul balls a cada temporada, só ocorreu uma fatalidade, de acordo com pesquisadores de beisebol. Foi um menino de 14 anos, que foi atingido por uma bola reta, que não fez o movimento de parábola, no estádio dos Dodgers em 1970.

Na NHL (Liga Nacional de Hóquei) ordenou a colocação de redes de segurança nas extremidades das áreas depois de Brittanie Cecil, 13 anos de idade, ser atingida por um puck ser desviado em um jogo do Columbus Blue Jackets em 2002. Infelismente, ela morreu dois dias depois.

“Tudo o que você pode pensar é uma família, que vêm em um jogo de beisebol para ter três horas de diversão, e, infelizmente, como a arquibancada é perto do campo de ação, acontece um acidente preocupante como esse”, disse John Farrell, manager dos Red Sox, que também afirmou estar preocupado e rezando para a família, assim como Mookie Betts fez.

Comments
To Top