MLB

Com lesão no pé, Tyler Austin será desfalque por, pelo menos, seis semanas; veja as manchetes da sexta

Tyler Austin, primeira base dos Yankees

(Crédito: Instagram/reprodução)

Triple Play – o boletim de notícias da MLB do Quinto Quarto

– Cada vez mais parece que o New York Yankees acertou ao contratar Chris Carter. Enquanto Greg Bird está voltando de uma lesão que o tirou da temporada de 2016, o primeira base e defensor externo Tyler Austin quebrou um osso do pé em uma bolada de foul ball durante o Spring Training.

Austin, que teve a lesão diagnosticada após uma ressonância magnética, precisará utilizar uma bota por três messes e não poderá fazer atividades relacionadas ao beisebol por seis semanas.

“Ele estava brigando pela vaga de primeira base”, afirmou o manager Joe Girardi sobre Tyler Austin, 25 anos. “É uma pena”.

– Adrian Gonzalez, primeira base do Los Angeles Dodgers, terá ação limitada por, pelo menos, duas semanas enquanto ele lida com uma inflamação no seu cotovelo direito. As restrições causadas pela tendinite colocam a participação do jogador de 34 no World Baseball Classic em risco.

– O reliever Brad Brach se tornou o primeiro jogador a vencer o Baltimore Orioles na arbitragem em 22 anos, terminando uma sequência de nove vitórias consecutivas. Brach irá receber US$ 3 milhões em vez dos US$ 2,5 milhões oferecidos.

– Matt Latos assinou um contrato de ligas menores com o Toronto Blue Jays. O arremessador de 29 anos se apresentou no Spring Training da MLB e tentará ganhar uma vaga no elenco de 40 jogadores.

– De acordo com Marc Topkin, do ‘Tampa Bay Times’, o Tampa Bay Rays fez uma oferta ao receptor agente livre Matt Wieters. Além disso, o jornalista informa que a oferta é inferior ao que o jogador e seu agente estão procurando.

– O exame toxicológico de Yordano Ventura, ex-arremessador do Kansas City Royals que faleceu em um acidente de carro na República Dominicana, não será divulgado publicamente. De acordo com o ‘Kansas City Star’, as autoridades dominicanas irão divulgar o resultado apenas para a família de Ventura e para seus advogados.

– Adeiny Hechavarria, shortstop do Miami Marlins, disse a um júri federal que mentiu aos investigadores sobre o conhecimento de uma figura chave de uma suposta rede de contrabando de jogadores cubanos ligado a um treinador e um agente esportivo da Flórida.

Hechavarria testemunhou no julgamento, em Miami, do agente Bartolo Hernandez e do treinador Julio Estrada, que são acusados de conspiração e contrabando de estrangeiros. O jogador, que admitiu ter mentido sobre o conhecimento do homem que ajudou a organizar a viagem e a obter os documentos, chegou em um acordo para evitar ações judiciais contra ele.

– Andrew McCutchen, defensor externo do Pittsburgh Pirates, disse que ele não pediu para ser deslocado para o campo direito e que essa foi uma decisão da equipe.

Comments
To Top