MLB

Chicago Cubs dispensa Shane Victorino; Javier Baez é colocado no DL

Durou pouco a passagem de Shane Victorino pelo Chicago Cubs. O defensor externo foi dispensado pela franquia de Chicago após pouco mais de um mês. O jogador havia assinado contrato de ligas menores por um ano. Se chegasse à MLB, ele poderia receber US$ 1 milhão mais incentivos.

O defensor interno Munenori Kawasaki e o arremessador de bullpen Manny Parra também foram dispensados. Assim como Victorino, eles tinham contrato de ligas menores com convite para o Spring Training.

Grande parte do corte é o alto número de atletas disponíveis para o campo externo. Só na offseason, os Cubs renovaram com Dexter Fowler e assinaram com Jason Heyward. Além disso, eles contam com os jovens Jorge Soler e Kyle Schwarber. Para piorar, Ben Zobrist pode atuar no outfield, deixando Javier Baez ou Tommy La Stella na segunda base.

O fato de Zobrist “poder jogar em todos os lugares ajuda muito”, comentou o manager Joe Maddon. “Tommy La Stella está, realmente, saindo muito bem do banco”

Falando em Baez, o shortstop porto-riquenho foi colocado na lista de jogadores inativos de 15 dias. Ele tem uma lesão no polegar direito e, segundo o Maddon, a franquia não tem certeza se ele está totalmente curado.

Shane Victorino, 35 anos, já jogou 12 anos na MLB, passando pelo San Diego Padres, Philadelphia Phillies, Boston Red Sox, Los Angeles Angeles e Los Angeles Dodgers. Suas melhores atuações foram na Filadélfia e em Boston.

Em toda sua carreira, o outfielder tem 1.274 rebatidas, aproveitamento de 27,5%, 108 home runs, 489 corridas impulsionadas e 231 bases roubadas. O atleta criou um vínculo muito grande com os Phillies e os Red Sox pelo seu papel na conquista da World Series de 2013 e pelo tempo que jogou na Filadélfia.

Victorino já conquistou duas World Series (2008 e 2013), foi duas vezes All-Star, liderou a Liga Nacional em rebatidas triplas duas vezes e ganhou o prêmio de luva de ouro quatro vezes, sendo três anos consecutivos entre 2008 e 2010.

Comments
To Top