MLB

CC Sabathia abre o jogo e fala sobre seu problema com o álcool

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

O New York Yankees sofreu um grande baque poucos dias antes do jogo de Wild Card do ano passado. CC Sabathia, arremessador de rotação titular, informou aos seus chefes que ele precisava de ajuda para combater seu vício em álcool e iria entrar em uma clínica de reabilitação, onde ele passou 29 dias.

Agora, Sabathia voltou aos treinos e diz se sentir muito bem. Ele não foi tímido ao comentar sua situação e os seus problemas em texto publicado no The Players’ Tribune, site comandado por Derek Jeter que dá espaço para os jogadores escreverem o que quiserem.

A história é tocante, o texto muito bom e traz uma reflexão sobre essa situação vivida por milhares de pessoas. Confira alguns trechos, começando por quando ele percebeu que precisava de ajuda:

“Foi no último domingo da temporada regular e estávamos prestes a começar os playoffs. Choveu no sábado – não teve jogo – e eu passei a maior parte de fim de semana sozinho no meu quarto de hotel limpando o mini-bar.

“Tivemos um jogo naquele dia, mas eu sabia que não seria capaz de ajudar os meus companheiros de equipe se eles precisassem de mim. Eu estava lutando para funcionar fisicamente, mas também me senti horrível de tantas outras maneiras. Eu percebi como estava cansado e eu me sentia doente. E como eu estava esgotado mantendo esse segredo por tanto tempo. Em seguida, isso finalmente me acertou:

Você não tem que viver assim”.

CC Sabathia menciona o quão preocupado e com medo ele estava de alar isso para o manager Joe Girardi, que imediatamente disse que ele estava “100 por cento” com ele.

O arremessador também estabelece as raízes de seus problemas e discute quanto isso o isolou a fim de beber.

Em termos de recuperação, Sabathia deixou claro que queria prestar contas sobre o ocorrido e quer ajuda das pessoas caso o encontrem em situações difíceis:

“Claro, eu entendo que eu posso ter uma recaída. E é por isso que eu tentei ser o mais aberto possível e publiquei isso. Eu quero ser responsabilizado. Se alguém me ver com uma bebida, ou em uma situação ruim, eu quero que eles me digam algo, porque eu, realmente, não quero beber mais. Eu não quero nenhuma parte disso”.

A história é muito boa, então, caso você queria ler ele na íntegra, em inglês, clique aqui.

Comments
To Top