MLB

10ª Entrada: Alex Rodriguez vira o segundo maior empurrador de carreiras; veja os destaques da semana da MLB

Crédito: instagram/Reprodução

Crédito: instagram/Reprodução

Décima Entrada – o boletim semanal da MLB

Recordes

Nessa semana, Alex Rodriguez, rebatedor designado do New York Yankees (32-25), ultrapassou Barry Bonds (1996) em corridas impulsionadas na última sexta-feira (05). Além de alcançar a marca de 1997 corridas impulsionadas e conquistar o segundo posto de maior empurrador de carreiras da MLB, A-rod conseguiu quatro rebatidas em cinco oportunidades no jogo da quebra da marca.

Para Rodriguez ultrapassar Hank Aaron (2297), líder do ranking em corridas impulsionadas, ele precisará impulsionar mais 300 corridas. Além disso, o jogador está a nove rebatidas para entrar no clube dos atletas com três mil ou mais rebatidas. Outro atleta dos Yankees que atingiram uma marca foi CC Sabathia, que chegou a 2500 strikeouts na carreira.

Clássicos

Nessa semana, o Chicago White Sox (25-30), último da Divisão Central da Liga Americana (AL), recebeu o Detroit Tigers (30-28), que está em terceiro da mesma divisão, e perdeu dois de três jogos da série do final de semana, contudo, no jogo da sexta-feira (05), em 11 entradas os meias brancas levaram a melhor. Na segunda partida, David Price foi dominante, arremessou nove entradas e cedeu apenas uma corrida na vitória por 7 a 1. E na última partida os Tigers venceram por 6 a 4.

Outro clássico da semana foi St. Louis Cardinals (37-19), que lidera a Divisão Central da Liga Nacional (NL), contra Milwaukee Brewers (20-37), que está em último da mesma divisão. Após esse começar a série vencendo os Cardinals por um a zero, a equipe de St. Louis levou a melhor nos outros dois jogos e devolveu o um a zero e depois ganhou por 7 a 4. O grande destaque foi Travis Rosethal, que conseguiu dois saves, e os abridores dos Cardinals, que pelo menos arremessaram sete entradas.

Sequência positiva

O New York Yankees (32-25), líder da Divisão Leste da AL, teve uma semana extremamente positiva e venceu os seis jogos que disputou. Na primeira série da semana, o time nova iorquino varreu o Seattle Mariners (25-32), quarto da Divisão Oeste da AL, e na série do final de semana, os Yankees varreram o Los Angeles Angels (28-29), terceiro da divisão dos Mariners.

Outro time que vem de uma sequência positiva é o Toronto Blue Jays (28-30), terceiro da divisão dos Yankees, que ganhou cinco partidas consecutivas. As vítimas foram Washington Nationals (30-27), segundo da Divisão Leste da NL, e Houston Astros (34-24), líder da Divisão Oeste da AL.

Sequência negativa

Nessa semana, dois times tiveram sequências negativas, o Houston Astros (34-24) e o Los Angeles Angels (28-29). O primeiro foi varrido pelos Blue Jays (28-30) e perdeu o terceiro jogo da série contra o Baltimore Orioles (26-30), último da Divisão Leste da AL.

Já a franquia de Los Angeles, vem de uma sequência de cinco derrotas. Na série do final de semana, os Angels foram varridos pelo New York Yankees (32-25), as outras duas derrotas foram para o Tampa Bay Rays (31-27), segundo colocado da Divisão Leste da AL.

Brasileiros

Nessa semana, os dois brasileiros que estão na MLB, Yan Gomes e André Rienzo, atuaram, sendo que o primeiro entrou em cinco jogos, e o segundo em apenas um. Yan Gomes, receptor do Cleveland Indians (27-29), que está em quarto da Divisão Central da AL, consegui seis rebatidas em 20 oportunidades, o que dá um aproveitamento de 30%. Já Rienzo, arremessador do Miami Marlins (24-33), que está em quarto da Divisão Leste da NL, atuou durante uma entrada e uma eliminação, cedeu uma rebatida, uma corrida, um walk e conseguiu um strikeout.

Expulsões

Nessa semana, onze pessoas foram expulsas durante as partidas e oito das onze expulsões foram em dupla, explicando melhor, o jogador era expulso e junto com ele o manager também era expulso.

Começando pelas expulsões “simples”, Chip Hale, manager do Arizona Diamondbacks (27-29), que está em quarto da Divisão Oeste da NL, reclamou da zona de strike. Outro que reclamou da zona de strike foi Buck Showalter, manager do Baltimore Orioles (26-30). Por fim, Dan Jennings reclamou da marcação do árbitro da primeira base que disse que o jogador não fez o movimento de rebatida, logo a marcação foi de ball.

Agora, falando das expulsões “coletivas” temos CC Sabathia e Joe Girardi, arremessador e manager dos Yankees, respectivamente, foram expulsos por reclamar com o juiz do home plate, provavelmente por causa da zona de strike.

Outro que reclamou da zona de strike foi Matt Kemp, defensor externo do San Diego Padres, que ficava negando com a cabeça e foi expulso porque o árbitro se irritou, e Budd Black (manager dos Padres (29-29), que está em terceiro da Divisão Oeste da NL), que foi protestar contra a expulsão de Kemp.

Matt Holliday e Mike Matheny, respectivamente, defensor externo e manager dos Cardinals (37-19), viveram o mesmo caso de Kemp e Black, sendo que Holliday reclamou da zona de strike e Matheny foi reclamar da expulsão do seu atleta.

Por fim, Mike Zunino e Lloyd McClendon, receptor e manager, respectivamente, dos Mariners, foram expulsos por reclamarem do juiz da primeira base, que sinalizou como se os jogadores do New York Yankees, duas vezes, não completaram o movimento de rebatida, logo o juiz assinalou ball e os atletas receberam o walk.

 

Comments
To Top