Lutas e MMA

Cory Sandhagen x TJ Dillashaw como aconteceu – Resultado, destaque e reação

O combate principal do UFC Vegas 32, que ocorreu neste sábado (24) entre Cory Sandhagen x TJ Dillashaw foi uma verdadeira batalha entre dois dos principais nomes da divisão peso-galo (até 61,2 kg). Os lutadores deixaram tudo no octógono para sair com a vitória, que no final, através das papeletas dos juízes laterais, foi dada para TJ Dillashaw. Foram cinco rounds muito equilibrados, mas a resiliência é uma das virtudes de TJ, que manteve-se no duelo mesmo com um ferimento profundo no supercílio resultado de um duro golpe de Cory no segundo round.

Distante do octógono do UFC por longos 30 meses, após cumprir suspensão da USADA por uso de substância proibida, TJ voltou com o mesmo ímpeto de antes e essa entrega até o gongo final foi determinante para o californiano sair com a vitória no duelo que ocorreu na APEX UFC.

Confira agora em detalhes como foi a luta válida pela categoria peso-galo:

1º Round: Cory e Dillashaw mostraram a que vieram

O duelo começou com TJ tomando o centro do octógono e tentando encurtar a distância para golpear seu oponente. Por outro lado, com maior altura e envergadura, Cory soltava jabs na longa distância para evitar aproximação de TJ. Assim, logo no final do minuto um, TJ tentou a aproximação e Sandhagen jogou com uma joelhada voadora que entrou pesada no rosto do Dillashaw. Como resultado desse ataque, os dois caíram “embolados” no chão, com TJ em posição de vantagem. Cory levantou, mas o californiano manteve-se grudado em suas costas soltando joelhadas pra pontuar.

A luta voltou ao centro, mas logo Dillashaw pegou novamente as costas de Cory e levou a luta para o solo. Assim, tentou explorar o ground and pound, mas Cory manteve-se bastante ativo por baixo dificultando as ações de TJ. O round acabou com margem para o 10-9 ir para qualquer dos lutadores. Entretanto, marcamos vitória de Cory, assim como maioria dos sites especializados.

2º Round: Mais um round equilibrado e supercílio aberto

Logo nos primeiros instantes do round dois, TJ partiu para a posição de domínio jogando Cory de costas pra grade. Em seguida, após um tempo de pouca ação, o californiano tentou a aproximação, mas o atleta de Colorado foi quem levou vantagem soltando um cruzado de saída que desequilibrou TJ, que logo voltou em pé e partiu a caça de Cory. Na metade final, o round ganhou em emoção. Cory acertou um direto de esquerda em TJ que abriu um ferimento em seu supercílio. O árbitro Herb Dean precisou intervir e chamar o médico para verificação das condições de TJ de continuar na luta. Mas, apesar do sangue lavar o rosto do californiano, o combate foi autorizado a continuar.

Dillashaw returns to his corner after round two of his bantamweight fight against Corey Sandhagen during the UFC Fight Night event at UFC APEX on...

Nesse sentido, TJ foi a caça de Cory, mas acabou saindo no prejuízo, sofrendo golpes duros, como um direto que vazou sua guarda e um chute alto bem defendido. Assim, round para Cory, garantindo um claro 10-9 como resultado.

3º Round: TJ vai a caça e Cory mira o supercílio

Os lutadores voltaram para o terceiro round com objetivos claros. Por um lado, TJ buscava aproximação para explorar o wrestling, enquanto Cory seguia evitando as investidas de TJ com chutes retos, mas sempre de olho no ferimento de seu oponente. Com isso, nos três primeiros minutos do round, Dillashaw se saiu melhor, pegando as costas de Cory e soltando joelhadas na coxa de seu oponente. Quando Cory conseguiu se afastar, os lutadores voltaram a trocar golpes mas logo TJ pegou Cory e explou o jogo na grade.

Entretanto, nos dois minutos finais, a luta ficou mais aberta, com os lutadores partindo para a trocação mais franca. TJ sempre andando pra frente, soltando chutes baixos e golpes na linha de cintura, enquanto Cory entrava com jabs limpos no rosto do californiano, que já estava todo ensanguentado. Então, nos segundos finais, Cory tentou entrar com o double leg, mas TJ fez o sprawl e saiu em posição de vantagem. Nos 10 segundos finais TJ deu uma blitz em Cory até o soar do gongo.

Round equilibrado, mas TJ ficou maior tempo em posição de domínio, garantindo assim o 10-9 em nossa avaliação.

4º Round: Dillashaw a todo vapor

No intervalo do terceiro para o quarto round, TJ aparentava apresentar maior desgaste físico, mas quando o round começou não foi o que vimos. O californiano partiu pra cima de Cory, encontrou a distância e desferiu vários low kicks (chutes baixos), que foram minando a perna de Cory. Na sequencia, Dillashaw seguiu perseguindo o atleta do Colorado e mostrava-se inteiro, buscando a trocação. Cory recuava, tentando manter-se distante, mas o ímpeto de TJ não o deixava respirar. Dillashaw acertou bons socos e pegou as costas de seu oponente. Cory não conseguia se desvencilhar, enquanto TJ soltava joelhadas pesadas por trás. O melhor momento de Cory foi um golpe rodado que acertou TJ em cheio nos segundos finais.

Dillashaw punches Corey Sandhagen in their bantamweight fight during the UFC Fight Night event at UFC APEX on July 24, 2021 in Las Vegas, Nevada.

Com isso, tivemos um amplo domínio de TJ, sendo o round mais claro e fácil de marcar, terminando assim com um 10-9 para o californiano.

5º Round: Round decisivo com desgaste físico e mental

O round final para a maioria dos espectadores seria o que definiria a luta caso a mesma chegasse até as mãos dos juízes. Assim, os dois lutadores mesmo bastante cansados e soltando golpes se contundência, deixaram de lado a técnica e partiram para uma trocação mais franca. Nesse ponto, Cory se saiu melhor, pois acertou melhores combinações. Por outro lado, Dillashaw percebeu que o caminho estava se tornando vantajoso para seu oponente e tratou de levar o combate para a grande. Assim, travou por algum tempo a luta. Nos dois minutos finais, com os lutadores já bastante avariados, ambos seguiam soltando golpes na base do coração, com Cory Sandhagen levando vantagem por conta de sua envergadura. Então, a luta terminou e apontamos vantagem para Cory no round final.

Portando, a luta foi para a decisão e como resultado oficial, TJ Dillashaw venceu Cory Sandhagen por decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48 e 48-47).

Cory Sandhagen x TJ Dillashaw – E agora?

Com essa vitória, TJ Dillashaw volta ao jogo após 30 meses e já se credencia a próximo desafiante ao cinturão dos galos. O californiano de 35 anos, mostrou que se mantem lutando em alto nível e pode fazer frente a qualquer lutador da divisão. Assim, seu próximo adversário deve sair da luta entre o campeão Aljamain Sterling e o desafiante Petr Yan, que irão duelar no dia 30 de outubro, em Abu Dhabi. Em contrapartida, Cory Sandhagen “volta uma casa” e precisará reencontrar o caminho das vitórias para se recolocar como postulante ao título da concorrida divisão dos galos.

Foto: Reprodução / Getty Imagens

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top