Lutas e MMA

“Joia” a ser lapidada, brasileira Priscila Pedrita chega ao UFC

"Joia" a ser lapidada, brasileira Priscila Pedrita chega ao UFC

Antes de mais nada, o Brasil tem uma nova forte representante nos moscas femininos (até 57 kg) do UFC! Assim, Priscila “Pedrita” Cachoeira, de 29 anos, é a nova contratada do UFC e já tem estreia marcada. Decerto, a carioca, de Bangu, luta dia 3 de fevereiro, no UFC Fight Night 125, na Arena Guilherme Paraense, na cidade de Belém, no Pará.

Primeiramente, Pedrita lutaria no TUF 26 Finale, em Las Vegas (EUA), contra a americana Lauren Murphy, de 34 anos. Contudo, por questões contratuais, teve de adiar sua estreia que acontece este ano, no Brasil. Entretanto, a brasileira conversou, com exclusividade, com o Quinto Quarto BR sobre o sonho de lutar no UFC:

Estreia de Priscila Pedrita e a trolagem


A brasileira está invicta no MMA em suas oito lutas. Venceu Cleudilene Costa, Paula Baack, Amanda Torres, Alexandra Rodrigues, Laisa Coimbra, Karoline Martins, Marta Souza e Rosy Duarte. Mas agora terá sua primeira “grande batalha” no MMA.

Sua primeira adversária internacional será Valentina Shevchenko, quirguistanesa de origem russa, de 29 anos, que acumula diversos títulos no kickboxing e muay thai, tais como a International Federation of Muaythai Amateur, Campeonatos Mundiais e World Muaythai Council, e foi altamente considerada como uma das melhores kickboxers do sexo feminino no mundo.

Shevchenko tem um recorde de 60 x 2 como kickboxer, derrotando nomes como Joanna Jędrzejczyk e Caley Reece. Uma difícil missão para Pedrita, visto que vem de recente disputa de cinturão dos galos contra Amanda Nunes. Priscila Cachoeira vai debutar contra um rival de peso e uma vitória já pode colocá-la mais longe do que imagina e ela comentou sobre isso:

Superando pedras no caminho

Mas de pedras no caminho Pedrita entende muito bem e usa sua história de superação para vencer a luta. Decerto a carioca contou um pouco de como superou o uso das drogas e o motivo da luta ter salvado sua vida:

Dessa forma, lutando pela equipe Paraná Vale Tudo, mesma equipe da brasileira ex-desafiante ao cinturão dos Palhas Feminino, Jéssica “Bate Estaca” Andrade, Pedrita ressaltou a importância de treinar com uma das melhores lutadoras do UFC atualmente e a experiência que isso traz:

Assim, no card do “UFC Fight Night 125” confirmadas, até então, as seguintes lutas:

CARD DO EVENTO

Médios: Lyoto Machida vs. Eryk Anders
Moscas: Deiveson Figueiredo vs. Joseph Morales
Médios: Thiago Santos vs. Anthony Smith
Pesados: Timothy Johnson vs. Marcelo Golm
Moscas feminino: Valentina Shevchenko vs. Priscila Cachoeira
Palhas feminino: Maia Stevenson vs. Polyana Viana
Galos: Iuri Alcântara vs. Joe Soto
Leves: Alan Patrick vs. Damir Hadžović

Portanto, caso vença, continuará invicta e pode ser cotada para, numa próxima luta, ser desafiante ao cinturão dos moscas da americana Nicco Montaño, campeã do TUF Finale 26: A New World Champion, evento da qual a própria Pedrita faria sua estreia.

Foto destaque: Divulgação / PRVT

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top