Quinta Descida

Coluna Quinta Descida: Confira uma análise das mudanças nas regras da MLB

(Crédito: Divulgação/Facebook)

(Crédito: Divulgação/Facebook)

O fanático torcedor de baseball sempre se vangloriou que o esporte criado no meio do século XIX é o mais charmoso entre as ligas profissionais americanas, principalmente pelos mínimos detalhes que ocorrem durante toda a partida. Disputas longas e detalhadas do arremessador contra rebatedor, técnicos em conversas longas com os “umpires” e outras situações similares sempre colocaram altas doses de tensão e emoções durante as longas partidas, que podem durar horas a fio. Porém esse tradicionalismo vem se tornando um problema gigante para o maior parceiro da MLB: a televisão.

Rob Manfred, novo comissário da liga que substituiu Bud Selig no final de 2014, publicou uma série de mudanças nas regras e “costumes” para que as partidas possam ser mais dinâmicas e, consequentemente, mais rápidas. Embora não tenha nenhuma alteração drástica no perfil do jogo, elas têm como objetivo principal evitar jogos intermináveis e uma atração cada vez maior dos jovens e os mercados televisivos, que tem uma nítida preferência pela NFL, liga mais rentável do planeta.

As principais mudanças são: o tempo de intervalo entre a troca das equipes diminui em quase 30 segundos, os técnicos precisam ficar dentro do “dugout” durante a revisão das jogadas e os atletas, principais afetados, são obrigados a permanecerem com, pelo menos, um pé dentro do “box” na hora do confronto contra o pitcher. Caso ocorra uma violação nestas novas regras, o jogador ou técnico será avisado da irregularidade. Se repetir novamente a infração, ele poderá ser multado em US$ 500.

O problema da velocidade no jogo é discutido há muito tempo, principalmente pelas redes de televisões, que pagam valores milionários e ficam dependentes de partidas sem previsão de término, o que prejudica altamente a sua grade de programação.

Homologado durante conversas entre a liga, juízes e a associação de jogadores, as mudanças foram, de forma surpreendente, um consenso geral.

Bud Black, técnico do San Diego Padres, comentou e defendeu o seu ponto de vista.

“Eu acho que as mudanças só têm a agregar maior velocidade as partidas, já que as principais alterações foram feitas em lances secundários. O torcedor fanático e tradicional não será afetado de nenhuma forma”, disse o técnico.

Desde a chegada permanente da televisão no início da década de 80 com o Sunday Night Baseball, a liga profissional sempre se preocupou com um dos seus principais parceiros e faz o impossível para agrada-los. Porém, estas mudanças que podem modificar um esporte tradicional e centenário, podem transformar todo o esporte. Agora é esperar para ver como isso afetará o mais charmoso esporte dos Estados Unidos.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


To Top