COLUNAS

Mount Rushmore do MMA sem Anderson Silva não existe

Mount Rushmore do MMA sem Anderson Silva não existe

Na tarde da última quarta-feira (17), nos Estados Unidos, o site MMA Junkie entrevistou o presidente do UFC, Dana White. O jornalista Simon Samano fez uma pergunta um tanto quanto polêmica ao mandatário da franquia de MMA mais famosa do mundo: quem está no Mount Rushmore do MMA?

A pergunta tomou proporções internacionais, afinal, o presidente do UFC escolheria os quatro maiores lutadores de todos os tempos da companhia. O brasileiro Royce Gracie, campeão do primeiro evento do UFC. Além disso, venceu também o 2º e 4º, sendo o primeiro escolhido por Dana.

“Se você está falando de um monte Rushmore, onde as cabeças são esculpidas em pedra para sempre, você precisa citar Royce Gracie. Um acéfalo, tem que fazer isso”, disse White.

O mandatário colocou no segundo nome uma gigante. Assim, a nomeada por ele e por muitos como a maior lutadora de MMA de todos os tempos: Amanda Nunes ficou com o posto:

“Amanda Nunes. Tem que ser Amanda Nunes, a melhor lutadora de todos os tempos”, foi a segunda que nomeou sem pestanejar. “Os outros dois são difíceis”, disse White.

Entretanto, apesar da dificuldade, citou outra lenda que muito cogitam ser o maior de todos os tempos: Jon Bones” Jones:

“Eu teria que ir com um Jon Jones”, continuou ele. “O cara nunca foi derrotado. E o que é mais incrível do que ele ficar invicto – o que é incrivelmente incrível, porque poucas pessoas fazem isso no esporte – é que. apesar das coisas que ele fez para si mesmo fora do octógono, ele ainda não foi batido”.

O último nome

Contudo, quando todos esperavam que o quarto nome que sairia da boca de Dana White fosse do brasileiro Anderson Silva ou até mesmo do canadense George St-Pierre, o presidente resolveu escolher outra lenda do MMA e do UFC. Mas não tão incrível quanto os dois citados anteriormente:

“No Monte Rushmore acho que teria que ir com Chuck Liddell. Na época, ele era uma estrela tão grande como sempre. É quase uma troca de moeda entre Chuck Liddell e Forrest Griffin. E ambos são do mesmo show: a primeira temporada de ‘The Ultimate Fighter'. Chuck se tornou uma grande estrela, era o cara mais bem pago na empresa na época e todas essas coisas”.

A crítica

Apesar de ter reconhecido na mesma entrevista que George St-Pierre e Anderson Silva fizeram muito, dentro e fora do octógono, pelo crescimento do MMA no Canadá e no Brasil, respectivamente, deixá-los de fora de um Mount Rushmore é covardia. Dana White é amplamente criticado por exaltar sua franquia e desmerecer as demais. De todo errado não está, pois valoriza o seu produto. Mas não tem necessidade de desmerecer os demais.

Também tem o costume de dizer que os lutadores saem do UFC porque querem lutas “mais fáceis”. Outra coisa que não é verdade, mas não está de todo errado, visto o nível do UFC. Vacas gordas como o irlandês Conor McGregor e a americana precursora do MMA feminino dentro do UFC, Ronda Rousey, não serem citadas causou espanto. Porém, pode facilmente ser explicadas: o irlandês tem cobrado muito alto, o que dificulta a renovação com o UFC, e a americana se aposentou.

Anderson Silva deveria estar no Mount Rushmore

Uma lenda como Anderson Silva não pode ficar de fora de nenhuma lista do MMA. Ainda mais do UFC, onde ele colocou o Brasil no mapa. É óbvio que Royce Gracie e sua família criaram a base deste esporte e Royce ganhou três cinturões. Mas não se pode levar o saudosismo ao extremo, como parece ter feito Dana White. Óbvio que é a opinião dele, mas também existem opiniões erradas. O Spider foi dominante por sete anos e sua vitória sobre o também brasileiro Vitor Belfort foi um divisor de águas no MMA nacional.

Obviamente que existe um antes de depois de Anderson Silva e sua imagem não só deveria estar no Mount Rushmore do MMA, como poderia ser a Estátua da Liberdade do MMA. Anderson foi ídolo dentro e fora dos octógonos e fez algo que ninguém fez. Por mais que Jon Jones nunca tenha perdido, Anderson sempre foi espetacular e elevou o nível do esporte com muita irreverência e nocautes absurdos. Enquanto Jones presou a técnica, o Spider presou a arte.

Foto destaque: Reprodução /Jeff Bottari/ Zuffa LLC/ Getty Images

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top