Coluna Bullpen

Chegou a hora de torcer para o Leicester da MLB

Oakland Athletics

(Crédito: Instagram/reprodução)

Antes de mais nada, admito que pequei. A coluna ficou um tempinho fora do ar, mas farei força para voltar a escrevê-la frequentemente. Voltando para o que importa, você. Isso! Você que gosta de torcer para as zebras, chegou a hora de torcer para o Leicester da Major League Baseball.

Me lembro muito bem que, no começo da temporada, apostei que o Oakland Athletics seria a pior equipe da Divisão Oeste da Liga Americana. Apesar de eu estar errando esse palpite, me recordo que cravei que a simpática equipe da Califórnia – que ganhou conhecimento mundial após o filme Moneyball – era bastante interessante por ter jovens talentos, o que lhe permitiria dar um salto no futuro. O ponto é que esse salto foi dado com um ou mais anos de antecedência.

Escute o Quinto Quarto Expresso #141

Os A’s conseguiram construir uma campanha sólida na primeira metade da temporada e se colocaram como concorrentes a uma vaga no Wild Card, o que já parecia incrível. No entanto, desde que conseguiu ter um desempenho de 21-6 nas semanas que antecederam o All-Star Break, a equipe que está comemorando seus 50 anos em 2018 embalou, deixou o Seattle Mariners para trás – algo que parecia improvável – e empatou com o poderoso e atual campeão, Houston Astros.

Sei que você pode galar que Atlanta Braves e Philadelphia Phillies também estão bem, assim como o Milwaukee Brewers, mas essas equipes tinham os seus destaques mais consolidados na liga e apareciam como promissoras. Elas não chegaram em 2018 como candidatas ao “rebaixamento” (no caso da MLB última posição da divisão) como o Leicester em 2015/16. O Oakland Athletics superar o Houston Astros seria épico e conquistar o título da World Series, algo altamente improvável, seria ainda mais sensacional. Imagina comemorar 50 anos de vida conquistando seu décima título e encerrando quase trinta anos de seca. Sem contar que Billy Beane – o Brady Pitt no filme Moneyball – poderia finalmente ganhar o último jogo.

Apesar de torcer pelos Yankees, o Oakland Athletics já é meu segundo time para esta temporada e acharia muito legal o Leicester aparecer novamente. Vai que o mansdar Bob Melvin não se torna o novo Claudinio Ranieri, o Sean Manaea – que teve um no-hitter neste ano – não seja o N’Golo Kanté e Matt CHapman o James Vardy? Não custa sonhar.

Comments
To Top