Mundial 2014

De olho no Mundial de Basquete, Seleção encerra preparação em SP

(Foto: Julia Braun)

(Foto: Julia Braun)

A Copa do Mundo de Basquete está chegando. Entre 30 de agosto e 14 de setembro, 24 seleções se reunirão na Espanha para disputar o torneio organizado pela Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) e pela federação local. Mas antes de embarcar para a Espanha, o Brasil enfrenta dois amistosos preparatórios no Rio de Janeiro, diante de Angola e Argentina.

O Quinto Quarto acompanhou um treinamento da Seleção Brasileira, realizado na Cidade de Deus, sede do Bradesco, em Osasco (SP), onde os jogadores demonstraram otimismo e disposição para buscar um bom resultado no Mundial.

Com todos os dez convocados à disposição, o treinador argentino Rubén Magnano, acompanhado de sua comissão técnica, comandou um treino tático na última terça-feira. O trabalho começou com um aquecimento elaborado, teve planejamento de jogadas e foi finalizado com sequência de arremessos. Após a atividade, os jogadores conversaram com a imprensa e tiraram fotos com os fãs presentes no local.

Entre as estrelas que defenderão a camisa verde-amarela, está o pivô Tiago Splitter, que recentemente se sagrou o primeiro brasileiro a ser campeão da NBA pelo San Antonio Spurs. A conquista trouxe mais confiança para o atleta buscar o ouro na Espanha.

“Chegar à Seleção com esse título da NBA é sempre bom, a confiança aumenta, a galera me deu os parabéns, a torcida brasileira também. Espero poder repetir a dose com o Brasil”, afirmou Splitter. “A expectativa é boa, estamos com o time completo e sem ninguém lesionado. Queremos chegar lá e fazer um bom papel.”

Splitter também ressaltou a importância dos amistosos preparatórios. “É hora de botar em prática o que estamos treinando. A preparação é importante porque ainda tem muita coisa para arrumar, temos que jogar para ver como está o time”, comentou o atleta dos Spurs.

Muito elogiado após a conquista da NBA, o catarinense espera contar com o apoio dos torcedores no Rio de Janeiro. “Espero que a torcida compareça e apoie o Brasil. Eles vão assistir a bons jogos, com certeza”, finalizou.

(Foto: Julia Braun)

(Foto: Julia Braun)

Outra estrela da liga norte-americana de basquete que vai disputar a Copa do Mundo é Anderson Varejão, ala-pivô do Cleveland Cavaliers. O atleta ressaltou a importância dos testes para ajustar os detalhes do elenco.

“Os amistosos são preparativos, a gente teve mais ou menos duas semanas de treino antes desses jogos. São importantes pra gente. Angola é uma equipe que corre muito, vai exigir bastante da gente fisicamente, e a Argentina a gente já sabe o esquema de jogo deles. Serão dois jogos bons, importantes pra gente saber como estamos”, afirmou.

Em 2013, Varejão pediu dispensa da Seleção após ser convocado por Magnano para a Copa América disputada na Venezuela, devido a lesões, enfatizando que não teria “condições mínimas de treinamento” por estar se recuperando de uma cirurgia no quadríceps da perna direita. Ele lamentou o ocorrido e se mostrou empolgado ante a expectativa de defender o Brasil no Mundial.

“Ano passado eu fiquei fora, infelizmente, por causa de uma lesão, mas a Seleção Brasileira é demais, é muito bom defende-la. A cada convocação a gente fica feliz porque a partir de agora só estou envelhecendo. Estarei à disposição da Seleção sempre que estiver bem fisicamente, vamos pra esse Mundial focado para tentar trazer pelo menos uma medalha para o Brasil”, declarou.

Além dele, Tiago Splitter, Leandrinho Barbosa e Nenê também pediram dispensa e não disputaram a Copa América.

Varejão será companheiro de LeBron James nos Cavs na próxima temporada da liga norte-americana. O jogador comentou a badalada volta de King James para o Cleveland. “As expectativas para voltar a jogar com LeBron são muito boas. Foram seis anos maravilhosos e com ele voltando agora, temos tudo para, no mínimo, voltar aos playoffs e quem sabe brigar por um título de Conferência e até mesmo um título da NBA.”

(Foto: Julia Braun)

(Foto: Julia Braun)

A Seleção está no Grupo A, ao lado de França, Irã, Espanha, Sérvia e Egito, grupo considerado complicado. Mas ao ser questionado sobre o maior adversário que o Brasil enfrentará neste Mundial, o pivô do Washington Wizards, Nenê Hilário, não hesitou em responder: “nós mesmos”.

“Temos que acreditar no nosso grupo, no nosso potencial. E independente de adversário, se nós jogarmos 100% será um resultado muito positivo”, afirmou Nenê.

O pivô protagonizou um episódio de vaias do público brasileiro no jogo da pré-temporada da NBA realizado em outubro de 2013 no Rio de Janeiro, entre Washington Wizards e Chicago Bulls. O atleta havia pedido dispensa da Seleção para a Copa América com a justificativa de ter um problema no joelho direito e uma lesão no pé esquerdo, comprovado por laudo médico. Nenê rebateu as críticas.

“Eu vou fazer o que tem que ser feito. Todo mundo comenta sobre os Bulls, estou acostumado, mas as pessoas deviam prestar mais atenção no histórico do que viemos fazendo em todos esses anos representando o Brasil lá fora. Falta um pouco de educação. Mas o meu foco e o foco da Seleção é melhorar, pegar esses jogos de exibição para desempenhar nosso trabalho e ir consertando os erros, porque a oportunidade é agora. Espero fazer o máximo possível para agradar ao público.”

O jogador não vê pressão extra de jogar diante da torcida no Rio. “Nosso foco é melhorar. A pressão é jogar na Espanha. Aqui é só melhorar e claro, deixar nossos fãs felizes com nosso trabalho.Amistoso é preparação, o único tempo que temos para ajustar o time e impôr o sistema que o professor Magnano está passando. Nós vamos para ganhar e esperamos fazer ótimas partidas”, encerrou Nenê.

A delegação embarcou para o Rio de Janeiro na manhã desta quarta, onde encara os amistosos contra Angola e Argentina no Maracanãzinho e continua a preparação para o Mundial. A equipe ainda disputará um torneio em Buenos Aires contra Argentina e México, um amistoso contra os Estados Unidos em Chicago e um torneio na Eslovênia, onde enfrenta Lituânia e Irã. A estreia do Brasil na Copa do Mundo de Basquete será diante da França, no dia 30 de agosto.

Agradecimentos: Luis Cardoso e Julia Braun.

(Foto: Olga Bagatini)

 

Comments
To Top