NFL

Scramble #1: Eagles batem Redskins, Stafford e Lions “viradores” e Jaguars surpreendem

(Crédito: Instagram/reprodução)

Washington Redskins (0-1) 17 x 30 Philadelphia Eagles (1-0)

Destaque do jogo: Brandon Graham (4 tackles, 2 sacks e um fumble forçado)

Os quarterbacks não foram nada bem no primeiro duelo da NFC East, mas Carson Wentz errou menos e o pass rush dos Eagles entregou tudo o prometido contra os Redskins, em uma vitória que mesmo na semana 1, já é importantíssima, já que foi fora de casa e ambos os times podem lutar pela divisão.

Cousins foi interceptado na beira da end zone, sofreu dois fumbles – o último deles, em pancada de Brandon Graham, retornado para TD por Fletcher Cox – e não conseguiu mostrar para a diretoria de seu time que ele merece mesmo um contrato de longo termo. Mas é necessário ressaltar que além dos quatro sacks sofridos, ele esteve sob pressão a tarde inteira e o ataque terrestre não funcionou, com míseras 64 jardas, sendo 30 do próprio Cousins.

Não que os Eagles tenham sido o Buffalo Bills de 2016, mas Wentz conseguiu manter o time em campo no ataque e Caleb Sturgis acertou quatro field goals providenciais, que representam basicamente a diferença no placar dos dois times. Apesar de ter tido uma pick six, retornada por Ryan Kerrigan, o segundo anista conseguiu sair com uma boa imagem após evitar um sack e mandar uma bomba para belo touchdown de Nelson Agholor.

Detroit Lions (1-0) 35 x 23 Arizona Cardinals (0-1)

Destaque do jogo: Matthew Stafford (29/41, 292 jardas, 4 touchdowns e uma interceptação)

Stafford justificou em seu primeiro jogo o seu contrato novo, o maior da história da liga. Foram quatro touchdowns logo no início da temporada, em uma mostra de poderio ofensivo contra o Arizona Cardinals, dois no último quarto, virando o placar que era favorável para os visitantes no início do último período.

Os Cardinals tiveram dois péssimos sinais. O primeiro é que Carson Palmer foi interceptado três vezes e sua idade, mais histórico de lesões, indicam que a temporada pode ser longa para o veterano. E David Johnson, verdadeiro canivete suíço e um dos melhores jogadores da NFL, saiu após uma pancada forte no terceiro quarto com o punho machucado.

Com esses dois fatores, Stafford, que viu seu primeiro passe ser uma pick six, achou o calouro Kenny Golladay para dois touchdowns e ainda conectou perfeitamente com Golden Tate ao longo do jogo, com 10 recepções para 107 jardas. E mais uma vez, o camisa 9 e os Lions viram um jogo.

Houston Texans (0-1) 7 x 29 Jacksonville Jaguars (1-0)

Cara do jogo: Leonard Fournette (26 carregadas, 100 jardas e um touchdown)

O defensive end J.J. Watt sendo ovacionado pela torcida antes da partida foi o melhor momento do confronto para os Texans, que, ao longo do jogo, sacaram o quarterback Tom Savage para colocar o calouro Deshaun Watson em campo. Enquanto o primeiro sofreu dois fumbles e foi 7/13 para 62 jardas, o segundo sofreu um fumble e foi 12/23 para 102 jardas, um touchdown e uma interceptação. No lado do Jacksonville Jaguars, o jogo de passe ficou limitado a 125 jardas, enquanto o jogo corrido somou 155 jardas. A equipe de Doug Marrone também foi muito bem na defesa, com dez sacks e quatro tunovers forçados (uma interceptação e três fumbles). Calais Campbell teve quatro sacks, enquanto Dante Fowler recuperou um fumble e retornou 53 jardas para anotar o touchdown.

Os primeiros 30 minutos de jogo foram terríveis para o Houston Texans. Depois de ter limitado o Jacksonville Jaguars a dois field goals na maior parte da primeira metade da partida, a franquia texana viu o time da Flórida anotar dois touchdowns nas últimas duas posses do segundo quarto, sendo uma das pontuações após um fumble sofrido por Tom Savage. Apesar de ter reduzido a diferença para 19 a 7 no retorno do intervalo, a equipe da casa, viu os Jags responderem logo em seguida com um touchdown e administrarem bem o jogo até o final.

Cincinatti Bengals (0-1) 0 x 20 Baltimore Ravens (1-0)

Destaque do jogo: C.J. Mosley (8 tackles, 1 tackle para perda de jardas, 1 interceptação)

Mosley foi o destaque, mas na verdade toda a defesa dos Ravens deveria ser destacada. O time simplesmente sufocou Andy Dalton, que sentiu e muito a perda de jogadores em sua linha ofensiva na offseason e levou cinco sacks, foi interceptado quatro vezes e sofreu um fumble.

Assim, Joe Flacco nem teve que se esforçar muito, tentando apenas 17 passes, acertando 9 para 121 jardas e vendo seu ataque terrestre funcionar. Foram 157 jardas pelo chão, com Terrance West conseguindo 80 jardas e 1 TD e Jeremy Maclin conseguindo um TD de 48 jardas em seu primeiro jogo como um Raven.

Em menos de um minuto, no segundo quarto, o time visitante conseguiu dois TDs, aproveitando uma interceptação de Lardarius Webb que foi retornada até a linha de 2.

Com a pressão em Dalton, nem Giovanni Bernard e nem A.J. Green conseguiram dominar a partida. E os Bengals já começam o ano pressionados.

Tennessee Titans (0-1) 16 x 26 Oakland Raiders (1-0)

Destaque do jogo: Derek Carr (23/32 para 232 jardas e 2 TDs)

Os Titans começaram a temporada agressivos, com um onside kick logo no primeiro kickoff. Mas no duelo contra um time também agressivo e no duelo de jovens e talentosos quarterbacks, Derek Carr e seus visitantes Raiders venceram por 10 pontos, com ainda Marshawn Lynch, que teve 76 carregadas em 18 carregadas.

 

Um grande destaque do time de Oakland foi o kicker calouro Giorgio Tavecchio, com quatro field goals certos, inclusive dois de mais de 50 jardas. E quando precisou de Carr, ele conectou dois touchdowns com Amari Cooper – em uma verdadeira mostra de força – e DeAndre Washington.

Pelo menos na primeira semana, os Raiders pareceram ter uma defesa muito mais sólida que em 2016. Apesar de Marcus Mariota ter passado para 256 jardas, ele precisou de 41 passes para isso. Tudo porque o jogo corrido com DeMarco Murray, tão potente no ano passado, foi derrubado nesta tarde, totalizando 95 jardas com Murray, Mariota e Derrick Henry. E Eric Decker, um dos grandes reforços do time para a temporada, teve apenas 3 recepções em oito bolas lançadas para ele, para 10 jardas.

Cleveland Browns (0-1) 18 x 21 Pittsburgh Steelers (1-0)

Cara do jogo: Ben Roethlisberger (24/36, 263 jardas, dois touchdowns e uma interceptação)

O Pittsburgh Steelers estreou com vitória, assim como era esperado. Ben Roethlisberger, que está 21-2 contra os Browns, conseguiu ter uma partida sólida, sendo auxiliado pelo brilhante Antonio Brown, que fez 11 recepções para 182 jardas. O running back Le’Veon Bell, que perdeu quase toda pré-temporada por causa de um boicote, correu para apenas 32 jardas em dez carregadas. O calouro T.J. Watt fez uma interceptação, sete tackles, dois sacks e desviou um passe. O tight end Jasse James fez duas recepções para touchdown. Pelo lado dos Browns, o quarterback calouro DeShone Kizer sofreu sete sacks e foi 20/30 para 22 jardas, um touchdown e uma interceptação.

A partida começou da maneira mais estranha possível, com o time da casa tendo um punt bloqueado em sua primeira posse e com os Steelers abrindo o placar no retorno. O confronto foi para o intervalo em 14 a 7 para os comandados de Mike Tomlin. A franquia da Pensilvânia garantiu a vitória com um touchdown nos últimos 30 minutos, enquanto os Browns fizeram uma pontuação e um field goal.

Chicago Bears (0-1) 17 x 23 Atlanta Falcons (1-0)

Cara do jogo: Matt Ryan (21/30, 321 jardas e um touchdown)

O Atlanta Falcons mostrou que superou a derrota no Super Bowl LI e venceu a sua primeira partida da temporada de 2017. No entanto, o melhor ataque do ano passado ainda não foi tão dominante como quando era comandado por Kyle Shanahan, atual head coach do San Francisco 49ers. O jogo corrido ficou limitado a 65 jardas, sendo 12 do quarterback Matt Ryan, que foi muito bem no jogo de passe. Austin Hooper se destacou com duas recepções para 128 jardas, incluindo uma recepção de 88 jardas (vídeo abaixo), e Julio Jones pegou quatro bolas para 66 jardas. No lado dos Bears, o titular Mike Glennon (26/40, 213 jardas e um touchdown) foi razoavelmente bem.

A primeira metade da partida foi bastante equilibrada e foi para o intervalo com o placar de 10 a 10. No terceiro quarto, o Atlanta Falcons anotou um field goal e, nos últimos 15 minutos, os visitantes anotaram um touchdown e um field goal, o que deu alguma tranquilidade. Apesar dos Bears terem feito três pontos e ainda chegarem na boca da end zone no fim do jogo, o time não conseguiu bater os atuais campeões da NFC.

Buffalo Bills (1-0) 21 x 12 New York Jets (0-1)

Cara do jogo: Tyrod Taylor (16/28, 224 jardas, dois touchdowns e uma interceptação)

Ninguém tinha dúvidas de que o New York Jets não será uma boa equipe em 2017 e isso começou a se comprovar na semana 1. O time comandado por Todd Bowles só conseguiu ganhar 225 jardas, sendo míseras 38 correndo e 186 no jogo de passe. Além disso, o quarterback Josh McCown (26/39, 187 jardas) foi interceptado duas vezes e os nova-iorquinos sofreram dois fumbles, mas evitaram a inversão na posse de bola. No outro lado, Sean McDermott estreou com vitória. Tyrod Taylor teve uma partida sólida, sendo apoiado pelo running back LeSean McCoy, que correu para 110 jardas em 22 carregadas e fez cinco recepções para 49 jardas. Jordan Matthews e Charles Clay, respectivamente, receberam para 61 e 53 jardas.

Apesar de ter começado a partida com uma interceptação em sua primeira pose, o Buffalo Bills anotou um touchdown nos primeiros 30 minutos e só não levou o confronto para o intervalo com o placar em 10 a 6 porque Steven Hauschka desperdiçou um field goal de 46 jardas. No terceiro quarto, o time de Nova York conseguiu anotar dois touchdowns e forçou duas interceptações, basicamente anulando os Jets.

Comments
To Top