NFL

Sam Bradford tem atuação impecável, defesa funciona e Vikings batem Saints

Sam Bradford, quarterback do Minnesota Vikings

(Crédito: Instagram/reprodução)

Em sua estreia na temporada 2017, o Minnesota Vikings teve uma atuação muito consistente tanto no ataque quanto na defesa e, aproveitando a força de sua torcida no U.S. Bank Stadium, o time conquistou uma vitória tranquila sobre o New Orleans Saints pelo placar de 29 a 19.

Além de contarem com uma excelente apresentação de seu ataque, que se aproveitou da fraca defesa dos Saints e de uma porosa secundária, os Vikings também tiveram extremo sucesso na missão de anular o poderoso ataque do rival da Louisiana.

Enquanto o ataque dos Vikings produziu 470 jardas na partida, o ataque dos Saints não foi sombra do que costuma ser e produziu apenas uma campanha que resultou em touchdown, já no chamado garbage time. Pelo chão, os visitantes conquistaram apenas 60 jardas e Adrian Peterson não mostrou a que veio na estreia, correndo para 18 jardas em seis carregadas.

Do lado dos Vikings, o quarterback Sam Bradford foi perfeito como todo seu ataque, que demonstrou muita sincronia, e acertou 27 passes de 32 para 346 jardas e três touchdowns. O principal recebedor dos Vikings foi Adam Thielen, com nove recepções para 157 jardas, mas os touchdowns foram recebidos por Stefon Diggs (dois TDs em sete recepções para 93 jardas) e Kyle Rudolph (um TD em três recepções para 26 jardas).

O running back calouro Dalvin Cook teve grande desempenho em sua primeira partida como profissional e correu 22 vezes para 127 jardas.

O quarterback Drew Brees, do New Orleans Saints, não teve números ruins (27 passes de 37 para 291 jardas e um touchdown), mas foi constantemente pressionado pela defesa agressiva dos Vikings, pouco conseguindo produzir de forma efetiva.

O primeiro quarto foi equilibrado, com cada time produzindo um field goal (3 a 3). No segundo quarto, os Saints chegaram a ficar em vantagem, com outro field goal convertido por Wil Lutz, mas a partir daí os Vikings dominaram.

Antes do intervalo, Minnesota produziu dois touchdowns, ambos em conexões de Sam Bradford com Stefon Diggs (de 18 e duas jardas) e abriram 16 a 6, já que o kicker Kai Forbath errou o segundo extra point.

Depois do intervalo, os Vikings adicionaram um field goal nos primeiros minutos do terceiro quarto, ampliando a folga para 13 pontos (19 a 6). E, na reta final do período, os visitantes encaixaram uma campanha ofensiva boa, mas novamente falharam nas últimas jardas do campo e tiveram que se contentar com o field goal (19 a 9).

Os mandantes jogaram mais um balde de água fria no rival nos primeiros minutos do último quarto, quando Bradford conectou passe de 15 jardas para touchdown e ampliou a folga para 26 a 9. Após mais um field goal para cada lado, os Saints anotaram seu único touchdown do jogo em passe de Drew Brees para Coby Fleener, mas os Vikings queimaram o restante do relógio e confirmaram o triunfo.

Na semana 2, o Minnesota Vikings enfrenta o Pittsburgh Steelers, fora de casa, no Heinz Field, enquanto que o New Orleans Saints recebe o New England Patriots, no Mercedes-Benz Superdome. Os dois jogos são às 14h (de Brasília) deste domingo (17).

Comments
To Top