NFL

Ryan Shazier volta a Pittsburgh; veja boletim de lesões

Ryan Shazier, linebacker do Pittsburgh Steelers

(Crédito: Instagram/reprodução)

O linebacker Ryan Shazier, dos Steelers, voltou a Pittsburgh e agora está recebendo tratamento médico nas instalações do University of Pittsburgh Medical Center (UPMC).

Burt Lauten, diretor de comunicações do Pittsburgh Steelers, divulgou o seguinte comunicado sobre a situação do defensor.

“Ryan Shazier retornou a Pittsburgh e agora está recebendo atenção médica em uma instalação do UPMC. Ele continuará a fazer testes e avaliações antes de sua equipe médica divulgar quaisquer atualizações sobre a condição dele.

Nós novamente queremos agradecer aos médicos e o staff do University of Cincinnati Medical Center pelo excelente tratamento que Ryan recebeu enquanto estava nas instalações deles”.

Shazier foi levado por um helicóptero médico do hospital de Cincinnati para Pittsburgh às 14h30 (horário local) desta quarta. A família do atleta voou em um jatinho particular até Pittsburgh por volta do mesmo horário, segundo a jornalista Michele Steele, da ‘ESPN’ norte-americana.

Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou na última terça que Shazier deu sinais promissores de evolução na recuperação e tinha algum movimento nas pernas. Segundo os médicos informaram à jornalista Aditi Kinkhabwala, também da ‘NFL Network’, os movimentos nas extremidades não voltar de uma vez só.

O vestiário do Pittsburgh Steelers estava com um clima misto de otimismo e preocupação nesta quarta. Um pequeno grupo de jogadores da franquia, incluindo o quarterback Ben Roethlisberger e o safety Mike Mitchell, conversou com Shazier nesta semana e transmitiram aos demais companheiros que o linebacker está progredindo, está positivo e animado.

A preocupação é relacionada à falta de atualizações concretas sobre o estado de Shazier, seja através do boca a boca ou mesmo oficialmente.

Os Steelers seguiram com o parceiro na cabeça nesta quarta e o linebacker Vince Williams, um dos maiores amigos de Shazier no elenco, usou a camisa 50 em homenagem ao companheiro durante o treinamento.

Shazier sofreu uma lesão assustadora no último Monday Night Football contra o Cincinnati Bengals. Logo no começo do jogo, ele acertou o capacete na coxa do wide receiver Josh Malone e caiu o gramado sem mexer as pernas.

Para saber mais sobre o incidente, confira tudo na nota completa aqui no Quinto Quarto.

Confira outras notícias de lesões desta quarta (6):

– A condição de Tyrod Taylor para o jogo importante do final de semana contra o Indianapolis Colts ainda não foi definida. O técnico Sean McDermott, do Buffalo Bills, afirmou que ainda não há um prazo para a definição de quem será o quarterback da equipe na semana 14.

Taylor não treinou nesta quarta-feira (6) depois de sofrer uma lesão no tendão patelar durante a derrota para o New England Patriots. O quarterback titular dos Bills segue sendo avaliado dia a dia.

Caso Taylor não possa atuar, o calouro Nathan Peterman fará sua segunda partida como titular nesta temporada.

Seguindo no departamento médico dos Bills, o cornerback Tre’Davious White (concussão) treinou de forma limitada nesta quarta e ele segue no protocolo de concussão. O wide Kelvin Benjamin (joelho) e o tackle Cordy Glenn (pé/tornozelo) também vão treinar de forma limitada.

– No Cincinnati Bengals, o linebacker Vontaze Burfict (cabeça), o cornerback Adam Jones (virilha), o running back Joe Mixon (concussão) e o cornerback Dre Kirkpatrick não participaram das atividades do time nesta quarta-feira.

Burfict foi retirado do campo de maca durante a derrota para o Pittsburgh Steelers, no último Monday Night Football, depois de tomar uma pancada forte dada pelo wide receiver JuJu Smith-Schuster.

Também nos Bengals, a temporada do wide receiver calouro John Ross chegou ao fim mais cedo, já que ele foi colocado na injured reserve devido a um problema persistente no ombro. Ross atuou em apenas três jogos em sua primeira temporada na NFL e não fez uma recepção sequer.

Ross passará por cirurgia no ombro esquerdo dentro da próxima semana. Acredita-se que é uma ruptura no lambrum.

– O técnico Bruce Arians, do Arizona Cardinals, afirmou que o running back Adrian Peterson (pescoço) não vai treinar.

“Vamos esperar e ver. Ele não vai treinar hoje e estamos esperando para os médicos o liberarem”, disse o head coach sobre o jogador, que não atuou nesta semana que passou.

– O tight end Greg Olsen, do Carolina Panthers, treinou normalmente nesta quarta depois de ficar fora dos treinos da semana passada devido a um problema no pé. O TE não atuou no final de semana passado contra o New Orleans Saints, mas o técnico Ron Rivera disse que está feliz com o progresso do jogador.

Ainda nos Panthers, o running back Jonathan Stewart (pé) e o linebacker Shaq Thompson (pé) não treinaram, enquanto que o center Ryan Kalil (pescoço), o quarterback Cam Newton (ombro) e o linebacker Thomas Davis (músculo posterior da coxa) treinaram de forma limitada.

– O cornerback Desmond Trufant, do Atlanta Falcons, está oficialmente fora do protocolo de concussão e vai atuar no Thursday Night Football contra o New Orleans Saints. O guard Andy Levitre (tríceps) e o tight end Eric Saubert (costas) não vão jogar nesta quinta à noite.

– O técnico Jim Caldwell, do Detroit Lions, disse que o quarterback Matthew Stafford está progredindo na recuperação da lesão na mão que ele sofreu contra o Baltimore Ravens, no último domingo. O head coach, contudo, fez questão de frisar que o signal caller “ainda não está totalmente pronto” e falou que o time vai monitorá-lo durante os treinos desta semana. Stafford treinou de maneira limitada nesta quarta.

– No Dallas Cowboys, os tackles La’el Collins (costas) e Tyron Smith (costas/virilha), o defensive end David Irving, o linebacker Justin Durant (concussão) e o cornerback Orlando Scandrick não treinaram nesta quarta, enquanto que o linebacker Sean Lee (músculo posterior da coxa) treinou.

– O tight end Zach Ertz, do Philadelphia Eagles, segue no protocolo de concussão.

– No Los Angeles Chargers, o tight end Hunter Henry (joelho) vai treinar de forma limitada nesta quarta, enquanto que o wide receiver Mike Williams (joelho) segue sendo avaliado dia a dia.

– O wide receiver Odell Beckham Jr. foi visto nas instalações do New York Giants trabalhando sem uma bota protetora pela primeira vez desde que fraturou o tornozelo na semana 5. O wideout está na injured reserve e não vai voltar a jogar em 2017.

– No Washington Redskins, o linebacker Zach Brown (músculo posterior da coxa/tendão de Aquiles), o safety Montae Nicholson (concussão) e os tackles Trent Williams (joelho) e Morgan Moses (tornozelo) não treinaram nesta quarta, assim como o tight end Jordan Reed (músculo posterior da coxa), que não deve atuar neste final de semana contra o Los Angeles Chargers.

– O Green Bay Packers colocou o cornerback calouro Kevin King na injured reserve devido a uma lesão persistente no ombro.

– O linebacker C.J. Mosley (pescoço) não treinou no Baltimore Ravens, enquanto que o wide receiver Jeremy Maclin (costas) treinou de forma limitada.

– O offensive tackle Mike Remmers (costas) ficou fora do treinamento do Minnesota Vikings.

– O wide receiver Amari Cooper (concussão) não treinou no Oakland Raiders.

– O wide receiver Chris Hogan voltou aos treinos do New England Patriots nesta quarta pela primeira vez desde que lesionou o ombro no dia 29 de outubro, contra o Los Angels Chargers. Assim, há a possibilidade de ele estar disponível para o Monday Night Football contra o Miami Dolphins.

Também nos Patriots, o quarterback Tom Brady ficou fora do treino de quarta pela terceira semana seguida, já que ele opta por fazer reabilitação extra nesses dias. O right tackle titular Marcus Cannon (tornozelo), o linebacker Kyle Van Noy (panturrilha), o defensive end Deatrich Wise Jr. e o cornerback Malcolm Butler não foram vistos pelos jornalistas.

– O linebacker Jamie Collins, do Cleveland Browns, passou por cirurgia há duas semanas para reparar uma lesão no ligamento colateral medial, como anunciou o time nesta quarta. O procedimento foi feito pelo Dr. Robert Andrews, em Pensacola, na Flórida, e uma recuperação completa é esperada.

Comments
To Top